Ucrânia quer que Sony e Xbox banam jogadores Russos

A Ucrânia está a tentar persuadir a Sony e a Xbox a banir os jogadores Russos das suas plataformas. Numa carta dirigida às produtoras de videojogos, Mykhailo Fedorov, vice-primeiro ministro da Ucrânia, apelou a que as contas associadas a jogadores Russos sejam temporariamente suspensas e os mesmos sejam impedidos de participar em torneios de e-sports.

A carta em questão foi publicada no Twitter de Fedorov e menciona diretamente a Sony e a Xbox, apesar do apelo ser geral e englobar todos os criadores de videojogos e organizadores de torneios de e-sports.

O apelo ao bloqueio temporário não envolve apenas a Rússia, mas também a Bielorrússia, que tem estado a apoiar e a validar ativamente o comportamento hostil da Rússia para com a Ucrânia, encontrando-se, inclusive, em processo de mobilização de viaturas militares em direção da Ucrânia com o objetivo de reforçar as agressões de Putin contra o país vizinho.

Este não é o primeiro apelo de Fedorov às grandes tecnológicas. Já a 25 de Fevereiro o Vice-primeiro ministro havia escrito uma outra carta de teor semelhante, mas dessa vez dirigida à Apple. Na sequência desse apelo, a Apple decidiu cortar o acesso de determinados bancos russos ao sistema de pagamento Apple Pay.

Pouco depois surgiu também o anúncio de que a comercialização de produtos da Apple na Rússia seria suspensa. A grande tecnológica de Cupertino destaca-se assim como a empresa do setor a comandar a sanção mais significante contra a Rússia.

Ao contrário da Apple, a Sony e a Microsoft ainda não responderam ao apelo que lhes foi feito, mas caso decidam ir em frente e adotar as medidas propostas por Fedorov, poderão ajudar significativamente a despertar determinadas demografias  para aquilo que se está a passar entre o seu país e a Ucrânia, realidade essa que o governo se tem esforçado para esconder do seu povo.

Fonte: Polygon

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui