Uber retira os seus serviços de Atenas

O serviço digital de táxis Uber anunciou na quinta-feira que iria suspender os seus serviços em Atenas. Este anúncio surge após a aprovação de legislações mais apertadas para este sector digital.

Novas regulações locais foram votadas recentemente cujo conteúdo tem impacto nos serviços de partilha de boleias,” afirmou a Uber no seu blog. “Nós temos que analisar se e como é que queremos operar neste novo modelo e vamos suspender a uberX em Atenas a partir da próxima terça-feira até conseguirmos encontrar uma solução apropriada”.

A Uber tem dois serviços em Atenas: a UberX, que utiliza profissionais licenciados pela própria empresa, e a UberTAXI que recorre a condutores de taxis.

As novas regulações requerem que as boleias da Uber comecem e terminem numa zona de estacionamento específica para o efeito. Esta regulação vai contra o “normal” funcionamento da Uber, que se baseia na ida dos carros até onde o cliente se encontra. Também está planeada a criação de um registo digital de todas as plataformas deste género e dos seus passageiros.

A companhia Uber lançou-se na Europa em 2011, e tem sido alvo de polémica em diversos dos países em que se inseriu (incluindo Portugal). Os últimos meses têm sido de contestação contra a Uber na Grécia, com manifestações e greves dos taxistas gregos que reclamam de concorrência desleal e injusta por parte desta empresa. Afirmam os protestantes que as suas regulações são muito mais apertadas e carga de imposto maior.

Este tema tem dividido a opinião pública. Muita gente concorda com as reivindicações dos taxistas. Porém, desde que a UberX foi lançada em Atenas em 2015, mais do que 450,000 pessoas já utilizaram o seu smartphone para contratar uma boleia. O ano passado uma petição lançada pela Beat – outra empresa da mesma área de negócio – foi assinada por milhares de pessoas a favor destas empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here