Uber perdeu licença para operar em Londres

A Uber deixou de estar autorizada a operar em Londres, no Reino Unido. A notícia é da CNBC. A Transport for London diz estar preocupada com a legalidade dos condutores da empresa porque terá identificado “padrões de falhas” nos processos da Uber, indicando que os condutores da empresa não são quem dizem ser e que alguns condutores não-identificados fizeram mais de 14 mil viagens.

O Uber tem 35 dias para recorrer da decisão e vai fazê-lo, uma vez que pode continuar a operar enquanto o apelo estiver a ser tramitado. A cidade de Londres é um dos maiores mercados da Uber com 3.5 milhões de passageiros registados.

A agência pública Transport for London citou “diversas violações que colocam os passageiros e sua segurança em risco” para justificar a não-renovação da licença da Uber.

Por seu lado, a Uber responde que a decisão de não renovar a licença é “inesperada e errada”.

A autoridade de trânsito disse que uma das principais questões se prende com uma mudança no sistema da Uber que permite que motoristas não-autorizados possam fazer o upload das suas próprias fotos nos perfis de outros motoristas. Isto permite-lhes apanhar e transportar passageiros como se estivessem registados na plataforma – o que aconteceu pelo menos 14 mil vezes, o que significa que todas essas viagens não estavam cobertas por seguro, de acordo com a Transport for London. Também houve relatos de casos em que os passageiros foram conduzidos por motoristas sem carta de condução.

“Nós mudámos o nosso negócio nos últimos dois anos e estamos a definir os parâmetros de segurança”, disse a Uber.

De recordar que a autoridade de trânsito já só tinha renovado a licença da empresa por apenas dois meses em setembro e impôs condições mais restritas para a Uber poder continuar a funcionar nas estradas londrinas, nomeadamente no que diz respeito à formação dos seus profissionais.

Fonte: CNBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here