Twitter testa a Circle, uma funcionalidade para limitar o acesso a publicações

A rede social Twitter está a trabalhar numa funcionalidade que tem como objetivo diminuir o alcance das publicações, ou seja, limitá-las a um pequeno grupo de seguidores. A Circle, como foi apelidada, está em fase de testes e disponível apenas para alguns utilizadores e em Android, iOS e web. Por agora não se sabe se esta novidade vai estar disponível para todos os utilizadores.

O Circle permite ter até 150 destinatários, e os utilizadores podem adicionar tanto seguidores como outros utilizadores à lista de contactos para dar permissão para verem os tweets. Os utilizadores que têm acesso a esta funcionalidade, apenas podem ter um Círculo, mas são conseguem entrar e sair do círculo a qualquer momento. Os utilizadores adicionados a um círculo do Twitter também não podem sair, mas podem silenciar a conversa.

Embora os utilizadores nos círculos do Twitter possam ver os tweets enviados ao grupo, eles não fazer retweet. Assim, os utilizadores podem garantir a sua privacidade sem precisar de tornar toda a sua conta privada.

Este tipo de funcionalidade não é novidade no que às redes sociais diz respeito, sendo que tem como objetivo melhorar a comunicação, ou conseguir chegar melhor às pessoas, visto tratar-te de um grupo mais pequeno de pessoas.

Entretanto, recentemente Elon Musk referiu que o Twitter continuará a ser uma plataforma gratuito para a generalidade dos utilizadores, contudo, referiu que, no futuro, as contas comerciais e de governo poderão vir a ter um custo.

Recorde-se que o Twitter tem perdido utilizadores desde a aquisição de Elon Musk. Segundo a Billboard, depois da compra por Elon Musk, o número de seguidores de contas como Katy Perry e Barack Obama caiu drasticamente, com o primeiro a perder mais de 200.000 seguidores e o segundo mais de 300.000. Por sua vez, Marjorie Taylor Greene viu o seu número de seguidores aumentar de 539.000 para 632.000 após a compra. Além disso, Jair Bolsonaro, também conquistou quase 90 mil novos seguidores, após a compra de Elon Musk.

Fonte: Engadget

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui