The Last of Us vai mesmo ser adaptado para televisão

A Sony Interactive Entertainment anuncia que a HBO vai mesmo avançar com a produção de uma série televisiva do conceituado jogo “The Last of Us”, desenvolvido em exclusivo para a PlayStation pela Naughty Dog. Para além disto, a SIE confirmou ainda que a produção da série será da responsabilidade de Neil Druckmann, vencedor dos prémios BAFTA e WGA, diretor criativo e responsável máximo da saga The Last of Us, e de Craig Mazin, vencedor de um prémio Emmy, Globo de Ouro e WGA e criador da aclamada série Chernobyl. Neil Druckmann e Craig Mazin serão, assim, os produtores executivos e os guionistas da série.

Carolynn Strauss (Chernobyl e Game of Thrones), Evan Wells (Naughty Dog), Asad Qizilbash (PlayStation Productions) e Carter Swan (PlayStation Productions) também farão parte do elenco de produtores executivos da série, que está a cargo da Sony Pictures, World Games, Naughty Dog e PlayStation Productions.

O anúncio foi feito pela vice-presidente executiva de programação da HBO, Francesca Orsi, que disse “O Craig e o Neil são dois visionários nas suas respetivas ligas. Com eles ao comando, e também com a incomparável Carolyn Strauss, esta série chamará a atenção dos fãs de The Last of Us e também daqueles que estão agora a começar a explorar esta saga que se tornou um marco do género”.

“Estamos muito satisfeitos com esta parceria com a Naughty Dog, World Games, Sony e PlayStation para adaptar esta história épica e extremamente imersiva”, acrescentou Francesca Orsi.

Por outro lado, Jeff Frost, Presidente da Sony Pictures Television Studios, comentou: “Estamos entusiasmados por trabalhar com a HBO e com esta equipa criaitva fantástica para dar vida à série The Last of Us”. Já Asad Qizilbash, Diretor da PlayStation Productions, assegurou que “a narrativa inovadora e a criatividade” da PlayStation é “um complemento natural do enfoque criativo da Sony Pictures Television”. “A nossa colaboração é um grande exemplo da nossa filosofia de trabalho ‘One Sony’. Esperamos desenvolver ainda mais IP’s de jogos icónicos no futuro”, acrescentou.

A história desta série, que será baseada na história que conhecemos de The Last of Us, terá lugar 20 anos depois da civilização moderna ter sido destruída num mundo pós-pandémico. Nela, Joel, um sobrevivente da pandemia, é contratado para escoltar Ellie, uma jovem de 14 anos, fora de uma zona de quarentena opressiva. Aquilo que começa por ser um trabalho pequeno cedo se transforma numa jornada brutal e de cortar a respiração, já que os dois devem atravessar os EUA e dependem um do outro para sobreviver.

A propósito desta saga importa ainda lembrar que The Last of Us Part II, que dá continuidade aos eventos de The Last of Us, é uma aventura intensa, dramática e emotiva, onde os jogadores terão a oportunidade de enfrentar os crescentes conflitos morais criados pela incansável busca de vingança da protagonista Ellie. Aqui, cinco anos após a sua perigosa viagem pelos estados Unidos pós-pandémicos, Ellie e Joel assentaram em Jackson, Wyoming. Viver entre uma comunidade próspera de sobreviventes trouxe-lhes paz e estabilidade, apesar da constante ameaça dos infetados e de outros sobreviventes mais desesperados.

The Last of Us Part II, que chegou em exclusivo à Playstation 4 no passado dia 19 de junho, é um dos nomeados para Melhor Jogo de 2020 nos The Game Awards 2020. Título, que vendeu mais de 4 milhões de unidades nos 3 primeiros dias nas lojas, tornando-se o exclusivo Playstation 4 que mais rápido vendeu durante este período.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here