Tesla perde mais um cérebro e transfere responsabilidades para empregados

Poucos dias depois de finalmente ter iniciado as primeiras entregas do automóvel elétrico mais acessível da sua gama, a Tesla vê-se a braços com mais uma crise interna. Kurt Kelty, o cérebro do desenvolvimento de tecnologias de baterias abandonou a empresa depois de uma carreira de cerca de uma década. As responsabilidades que este alto quadro da empresa tinha a cargo serão agora transferidas por várias pessoas da organização.

Kurt Kelty entrou para a Tesla em 2006, no seguimento de uma carreira que somava já mais de 14 anos no setor das baterias e ligado à Panasonic. Kelty viria a ser um dos principais mediadores das conversações entre a Tesla e a Panasonic para a construção da famosa fábrica Gigafactory no Nevada.

Nos últimos tempos a Tesla tem perdido vários recursos humanos de grande importância, como é o caso do responsável pelo sistema Autopilot Chris Lattner. Para a Tesla a saída de  Kelty foi explicada à Bloomberg «para explorar outras oportunidades», adicionando que as suas tarefas serão divididas por outros membros da equipa.

Fonte: Bloomberg e Autoblog

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here