Tesla Model S multado em Singapura por poluir demasiado

Tesla-Model-S

O balanço ambiental da utilização de automóveis elétricos é apenas benéfico para o planeta se a eletricidade que utilizarmos para recarregar as baterias provém de fontes limpas.

Atendendo a este pressuposto as autoridades de Singapura estão a penalizar o Tesla Model S por emitir demasiado CO2. Atendendo ao facto de ser um automóvel totalmente elétrico, as autoridades estão focadas no balanço energético global assentando os seus argumentos sobre os consumos de 444 Wh/km (valor apurado nos testes da Comissão de Economia da ONU para os Assuntos Europeus – UNECE). As primeiras coimas, 15 mil dólares de Singapura, começaram já a ser aplicadas deixando os automobilistas daquele território indignados.

A Autoridade para os Transportes Terrestres de Singapura (LTA) é o organismo responsável pela classificação e fiscalidade dos automóveis. Atendendo ao valor de consumos energéticos do Tesla Model S este organismo afirma que o automóvel elétrico americano emite o correspondente a 222g/km de CO2, um índice de emissões idêntico a um automóvel muito poluidor.

Em declarações ao canal de TV Channel News Asia um membro da LTA desmistificou este valor: «Para todos os automóveis elétricos é aplicado um fator de correção de 0,5 g/km de CO2/Wh ao valor do consumo de energia elétrica. Desta forma é encontrada a equivalência para as emissões de Co2 no processo de geração da energia, mesmo que não existam emissões a partir do veículo via tubo de escape.»

Fonte: Jalopnik

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here