Tesla luta contra proprietários que hackeiam os seus carros para desbloquear aumento de desempenho

No início deste ano, a Electrek relatou uma empresa chamada Ingenext que lançou um dispositivo que permitiu aos proprietários da Tesla desbloquear a mesma
capacidade por metade do preço. Tudo o que os proprietários do Model 3 têm de fazer é ligar um conector ao seu MCU e recebem automaticamente o boost de 50 cv mais algumas outras funcionalidades da Ingenext, como um ‘Modo Drift’.

Mas como se suspeitava, a Tesla está a começar a lutar contra o hack. Alguns proprietários que compraram o dispositivo receberam esta notificação no carro após a mais recente atualização de software tesla (via /u/batata3838 no Reddit).

Any Boost50 buyers here? Just updated to 2020.32.2 and saw this message after the update. Other than the alert that hasn’t gone away I haven’t had any problems with driving – still am yet to visit a Supercharger though. from TeslaModel3

Como pode ver, a Tesla diz ter detetado “uma modificação incompatível do veículo” e que poderia resultar em “risco potencial de danos ou de encerramento”. A notificação parece que permanece presa no ecrã assim, mas o veículo continua a ser ´conduzivel´. Guillaume André, fundador da Ingenext, disse à Electrek que a Tesla corrigiu a atualização do software do condutor inversor desbloqueando a capacidade  na atualização de software 2020.32.1.

André disse que enviaram uma notificação aos clientes avisando-os para não atualizarem e apenas 3 clientes atualizaram os seus carros antes de verem a atualização. Agora estão a trabalhar no seu próprio patch para permitir que os seus clientes atualizem sem problemas. O André disse ao Electrek que levaria “uma ou duas semanas” para conseguir o adesivo. Era o que se esperava. É basicamente um jogo de gato e rato entre hackear o inversor e a Tesla a remendar o hack. Para ser justo, a Ingenext avisa que é uma preocupação e tem uma página que informa os clientes se uma atualização é segura ou não.

É uma coisa do tipo “por sua conta e risco”. Refere ainda que percebe porque é que algumas pessoas gostariam de fazer o hack, uma vez que a capacidade já está nos carros que compraram e a Tesla alegando que pode resultar em danos é estranho, uma vez que estão basicamente a usar o mesmo código que o seu próprio aumento de aceleração. Mas, ao mesmo tempo, também estás a executar software de terceiros.

Mais uma vez, por sua conta e risco. Sendo um facto que a Tesla está a começar a lutar contra os proprietários que estão a hackear os seus carros para desbloquear um aumento de desempenho que o próprio fabricante  de automóveis está a vender como uma atualização de software, é também verdade que durante alguns anos, a Tesla começou a vender veículos com capacidades de bloqueio de software atualizados, como o software de bateria de 75 kWh bloqueado a 60 kWh ou saídas de potência superior, viabilizado através de atualizações de software.

O exemplo mais recente é a oferta de um ‘Boost de Aceleração’ de 2.000 dólares para o Model 3 Dual Motor. Desbloqueia cerca de 50 cv na motorização do Model 3 e encurta a aceleração de 0 a 100 km/h para 3,9 segundos.

Fonte: Electrek

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here