Tesla aumenta o preço do seu software “full self driving”

Elon Musk atual CEO da Tesla, disse que a empresa está a aumentar o preço do seu software “full self driving” (FSD) para US$ 12.000. Elon Musk publicou nesta sexta-feira através da sua conta do twitter que o novo preço, representa um aumento de US$ 2.000, e que irá entrar em vigor no dia 17 de janeiro e estará apenas disponível para já para os clientes nos EUA. Musk disse que o preço da assinatura mensal de US $199 para o FSD iria aumentar à medida que o software se aproximasse do seu lançamento oficial.

A Tesla iniciou os testes do FSD em versão beta em outubro de 2020 e o seu preço rondava os US$ 8.000. Estes testes foram apenas para um grupo de clientes escolhidos pela empresa. A Tesla aumentou o preço do FSD para US $10.000 pouco tempo depois de iniciar os testes.

Este software não torna os veículos da Tesla totalmente autônomos tanto que o próprio Musk disse durante uma teleconferência de resultados de 2019 que os Teslas com FSD “Seriam capazes de conduzir de casa para o trabalho, provavelmente sem intervenção, mas ainda será preciso ser supervisionado, apesar de ser capaz de conduzir sozinho.”

Em setembro, a Tesla começou a disponibilizar o FSD beta para mais motoristas através de um botão de “solicitação” que existe nos ecrãs do painel dos veículos, mas para ter acesso ao software, os motoristas precisam ter uma boa “pontuação de segurança”. A Tesla determina a pontuação de segurança usando cinco critérios que estimam “a probabilidade da sua condução puder resultar numa colisão futura”.

Musk prometeu um lançamento mais amplo do FSD. Ele disse em 2018 que a versão “tão esperada” do FSD iria começar naquele verão, então projetada em 2019 que “daqui a um ano” haveria “mais de um milhão de carros com direção totalmente autônoma, software, tudo”. A verdade é que as datas prometidas já se foram, e o FSD da Tesla permanece em versão beta e disponível apenas para os primeiros utilizadores que comprem o pacote FSD.

O software FSD também atraiu uma boa quantidade de críticas, em agosto de 2021. Sens. Ed Markey (D-MA) e Richard Blumenthal (D-CT) pediram à Federal Trade Commission para investigar a forma como a Tesla estava a comercializar o seu software de assistência ao motorista, acusando a empresa de “práticas enganosas e perigosas”.

blank

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here