Telegram culpa a Apple por atrasar uma grande atualização

Uma próxima grande atualização do Telegram ficou presa na revisão do aplicativo da Apple por duas semanas “sem uma explicação plausível”, de acordo com um post do CEO e fundador do Telegram, Pavel Durov. Ele afirma que esta atualização está “prestes a revolucionar a forma como as pessoas vão conseguir se exprimir nas mensagens”, mas que ainda não foi aprovada.

O Telegram é um serviço de mensagens instantâneas em nuvem. O Telegram está disponível para smartphones ou tablets nos sistemas operativos Android, iOS, Windows Phone, Ubuntu Touch, Firefox OS, em computadores nos sistemas operativos Windows, OS X, GNU/Linux e também como na web. Os utilizadores podem fazer chamadas de vídeo, enviar mensagens, trocar fotos, vídeos, autocolantes e arquivos de qualquer tipo.

Durov discutiu o atraso inexplicável como parte da sua crítica mais ampla sobre os modelos de negócios da loja de aplicativos. Ele diz que o Telegram é desencorajado pelo processo de revisão de aplicativos “obscuro” que é “imposto a todos os aplicativos móveis pelos monopólios de tecnologia”. Ele continua a dizer que “se o Telegram, um dos 10 aplicativos mais populares do mundo, está a receber este tratamento, nem queremos imaginar as dificuldades enfrentadas pelos desenvolvedores de aplicativos mais pequenos”.

Ainda não está claro exatamente o que está inserido na nova atualização, e a Apple e o Telegram não responderam a nenhum pedido dos meios de comunicação social. Esta não é a primeira vez que Durov chamou a Apple para os seus processos de revisão dos aplicativos. Em 2018, Durov disse que a Apple estava a bloquear as atualizações do aplicativo Telegram para iOS depois da Rússia ter banido o Telegram. Um dia depois de Durov publicar sobre o problema, a Apple aprovou imediatamente uma atualização.

O Telegram lançou recentemente a sua assinatura Premium de US$ 4,99 por mês, que dá aos utilizadores acesso a uploads maiores, downloads mais rápidos, um recurso de voz para texto, reações emoji exclusivas e muito mais.

Fonte: Telegram

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui