Swarm finalmente obtém a aprovação oficial para lançar os seus satélites

Foi ontem que a tecnológica espacial Swarm Technologies anunciou que finalmente conseguiu o licenciamento para disponibilizar a sua oferta comercial nesse sector de actividade. Têm sido um processo demorado ao longo de alguns anos a esta parte, mas que durante os quais a Swarm violou as regras da FCC e foi forçada a pagar uma penalização de 900,000 dólares. No entanto a empresa supostamente parece pronta para prosseguir e informou que iria servir os seus clientes no final do ano de 2020. Foi no seu blog que a própria empresa veio afirmar:

“Having received all regulatory approvals to operate commercially in the US, in several other countries, and over international waters, we are one step closer to providing affordable satellite connectivity to the world,”

Foi durante o ano de 2017 que a FCC negou à Swarm a possibilidade de lançar os seus próprios satélites, pois os mesmos podiam colocar em risco outros equipamentos e mesmo até naves espaciais. Mesmo nessa situação a Swarm decidiu avançar e lançou 4 satélites sem as devidas autorizações. A FCC obviamente que em nada ficou satisfeita com a situação e colocou um processo em tribunal contra a Swarm. A resolução do mesmo terminou numa multa de 900,000 dólares.

Nos últimos tempos no entanto, a Swarm têm mantido a esperança de obter as devidas licenças para que tudo seja feita de forma legal e de acordo com os procedimentos. Assim, a mesma têm já pronto um satélite de rede de dados de baixo custo que espera poder vir a ser lançado para o espaço, e que será dedicado à utilização de aplicações IoT.

A Swarm tem estações localizadas nos Estados Unidos da América, Reino Unido, Antártida, Nova Zelândia e Açores, e espera vir a colocar no solo mais 30 estações até final do próximo verão, o que levará a que a Swarm seja a empresa do ramo com maior número de estações desse género no mundo.

Fonte: Engadget

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here