Surpresa: Apple vai permitir reparação pelos próprios consumidores

Da Apple estamos sempre à espera de alguma novidade interessante, não fosse a marca revolucionar o mercado sempre que lança um novo produto ou funcionalidade nos seus equipamentos, mesmo que ela já esteja disponível no mercado. Mas uma das coisas que a Apple sempre foi rígida foi quanto a reparações, que só devem ser feitas em locais autorizados e certificados pela própria Apple, com alguns riscos se não o for.

Mas, a Apple vai mudar isto, e de que forma. A partir de agora, a Apple vai vender as peças e as ferramentas necessárias para que os próprios consumidores, eu ou você, possa fazer a reparação do seu próprio equipamento em casa. Isso mesmo, não escrevi mal e também estamos surpreendidos, é a própria Apple a fazer isso, sendo que deverá ser uma oferta similar ao que já encontramos no site iFixit, que é um dos principais fornecedores nesta “área de mercado”.

A informação foi divulgada pela própria Apple em comunicado e este novo Selft Service Repair será lançado ainda este ano nos EUA, sendo que no próximo ano deverá ser expandido a mais países. Segundo a própria Apple, este novo serviço é para permitir que os consumidores que estão à vontade com estas reparações possam fazê-lo tendo o acesos a ferramentas e peças originais e genuínas.

blank

A Apple refere que numa fase inicial do programa, o focos estará na reparação dos módulos mais comuns, como o ecrã, a bateria e a câmara, mas o simples facto de a Apple referir isto, significa que num futuro próximo deverá ser possível reparar outras coisas, como o conector de carregamento, por exemplo.

É, sem dúvida, um passo importante, quase histórico, numa política de reparação muito rígida, que só era permitido a lojas autorizadas e certificadas pela Apple e que, em algumas situações, podiam limitar funcionalidades dos equipamentos se não fossem feitos nessas mesmas lojas.

Mas esta decisão não tem como objetivo afastar os consumidores das lojas, já que a Apple continua a expansão de lojas certificadas pelo mundo fora, com mais de 5000 centros de serviço autorizado Apple pelo mundo, que ajudam na reparação dos seus produtos, sendo que a ideia deste novo serviço é oferecer essa oportunidade aos consumidores que tenham características técnicas par ao fazer, já que grande parte dos consumidores deverá continuar a utilizar esta rede. Basta ver alguns vídeos no Youtube de reparações de smartphones para perceber que não é para qualquer pessoa.

blank

Nesta fase inicial, os equipamentos que poderão ser reparados através deste serviço será o iPhone 12 e o iPhone 13 com mais de 200 partes e ferramentas, sendo expectável que venham a ser adicionadas mais peças de outros equipamentos, como de computadores Mac, por exemplo.

Para que isto aconteça da melhor forma possível, a própria Apple irá disponibilizar um manual de reparações. Depois o consumidor poderá comprar as peças e as ferramentas genuínas no site da Apple. Após a reparação, a Apple irá permite que os consumidores possam enviar de voltar as peças estragadas para reciclagem, sendo que a empresa irá adicionar um crédito na conta dos consumidores para que possam usar no futuro, incentivando a que os consumidores não deitem as peças no lixo comum.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here