Startup cria teste de gravidez descartável…mesmo descartável

A tecnologia é isso mesmo: responder de forma intuitiva, ágil, prática às necessidades das pessoas. Quaisquer que sejam. A startup Lia Diagnostics, fundada em 2015, produziu o primeiro teste biodegradável a chegar ao mercado, oferecendo uma maneira mais sustentável e conveniente para as mulheres descobrirem se estão grávidas ou não. Anna Simpson e Bethany Edwards criaram um tipo especial de papel que muda de cor com a urina e, depois, pode ser diluído completamente na água, ou seja, ao contrário do que sucede actualmente, esta inovação pode ser despejada directamente na sanita. Uma solução simples para uma questão bastante complicada. “Testes tradicionais só são usados uma vez e apenas por alguns minutos, mas todos são feitos de materiais plásticos e não sustentáveis”, diz Bethany, citada pela CNBC.

Isso só é possível porque, ao contrário dos testes tradicionais, os da Lia são feitos a partir de um papel especial que se desmancha em água — ou seja: podem ser jogados no vaso sanitário. Além do quesito sustentável, ele oferece mais privacidade à mulher.

A tecnologia já teve aprovação da FDA (Food and Drugs Admnistration, o equivalente americano ao Infarmed português), e vai estar disponível para venda a partir de meio de 2018 na Amazon e no site da startup.O preço rondará os sete e os 20 euros.

Veja também...

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscrever  
Notificar de