Spotify já possui 83 milhões de assinantes

passatempo

O Spotify segue liderando como o maior aplicativo de streaming de músicas do mundo. Dados divulgados pela empresa revelam que o serviço alcançou a marca de 83 milhões de assinantes, abrindo uma distância considerável do seu maior rival, o Apple Music, que somou 40 milhões de usuários pagantes em abril deste ano.

Além disso, a companhia revelou que contabilizou 180 milhões de usuários que utilizaram o Spotify pelo menos uma vez durante o mês passado – um aumento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Acredita-se que boa parte desses números se devem ao fato do aplicativo disponibilizar o acesso às músicas gratuitamente, embora com anúncios, algo que o Apple Music não entrega.

O Spotify também aproveitou a ocasião para estabelecer uma nova meta: a empresa espera alcançar entre 85 e 88 milhões de assinantes até o final de setembro, enquanto a base de usuários ativos todo o mês, incluindo aqueles que acessam gratuitamente, fique entre 188 a 193 milhões de pessoas.

Os resultados publicados pela empresa deixam claro a retomada do serviço, que registrou grandes perdas operacionais em 2017, somando € 394 milhões, com ações desvalorizadas para € 2,20. Em 2016, o Spotify também amargou prejuízos – uma quantia que chegou aos € 188 milhões, enquanto as ações ficaram em € 1,24. Entretanto, os dados mais recentes mostram que, aparentemente, essa má fase foi vencida, com as ações do Spotify na casa dos 4,9%, negociadas em US$ 197,25.

De qualquer forma, devemos lembrar que, embora o Spotify seja o serviço de streaming de músicas com mais usuários no mundo, seja assinantes ou não, o Apple Music vem crescendo consideravelmente nos Estados Unidos, país que permanece no topo da lista como o maior mercado fonográfico do mundo. Em alguns momentos, o serviço da Apple chegou a ultrapassar a taxa obtida pelo Spotify.

Evidentemente, é bastante provável que o Apple Music demore algum tempo para ultrapassar toda a base de usuários do seu rival, se isso de fato acontecer, pois levando em consideração o crescimento do Spotify em todo mundo, essa possibilidade parece improvável. Porém, quando se trata de grandes empresas que valem bilhões de dólares, tudo pode acontecer. Iniciar contas gratuitas poderia uma opção para o crescimento do Apple Music.

Fonte: CNET

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here