Space X envia sementes de tomate para o Espaço

A Space X encaminhou um novo carregamento de mantimentos para a Estação Espacial Internacional. A missão descolou do Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, no passado sábado. Da quantidade de alimentos e outros objetos que vão a bordo, destacam-se as sementes de tomate anãs.

Nessa lista de mantimentos estão, ainda, novos painéis solares para a estação espacial, vários objetos para experiências científicas, algumas guloseimas para os astronautas na estação espacial, como gelado, feijão verde picante, sobremesas de maçã e cereja, torta de abóbora e milho doce.

A carga a bordo inclui vários itens relacionados com a saúde, como o kit Moon Microscope. Trata-se de um microscópio de mão portátil que vai permitir aos astronautas recolherem e enviar imagens de amostras de sangue para os cirurgiões de voo no solo para diagnóstico e tratamento.

Os painéis solares serão instalados fora do laboratório flutuante e vão impulsionar a energia da estação espacial.

Os tomates têm nutrientes que são fundamentais para uma boa saúde, mas na estação espacial não há muitos produtos frescos, mas sim refeições pré-embaladas que os astronautas comem durante suas estadias de seis meses na órbita baixa da Terra.

“É bastante importante para os nossos objetivos de exploração na NASA sermos capazes de sustentar uma tripulação não apenas com bons valores de nutrição, mas também garantindo o consumo de plantas como fontes de nutrientes que teríamos dificuldade em sustentar nas longas viagens entre destinos distantes, como Marte, por exemplo”, diz Kirt Costello, cientista-chefe do Programa da ISS da NASA e vice-gerente do Escritório de Integração de Pesquisa.

As sementes de tomate são um esforço para fornecer produção contínua de alimentos frescos no espaço.

Os astronautas cultivaram e provaram diferentes tipos de alface, rabanete e pimenta na Estação Espacial Internacional. Agora, os membros da tripulação podem adicionar alguns tomates anões à sua lista de ingredientes de salada já cultivados no espaço.

A experiência (tomates espaciais cultivados dentro de saquinhos) faz parte de um esforço para fornecer produção contínua de alimentos frescos no espaço. As sementes de tomate anão serão cultivadas sob dois tratamentos de luz diferentes para medir seu impacto em quantos tomates podem ser colhidos, bem como o valor nutricional e o sabor das plantas.

Os tomates estarão prontos para o primeiro teste de sabor na primavera. Metade de cada colheita de tomate será congelada e devolvida à Terra para análise. Os cientistas já pensam em que plantas podem crescer melhor na Lua e em Marte.

Fonte: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui