Snapdragon 1000 pode ser o próximo processador para Windows 10

Red Magic 3S

Não há dúvidas que a Qualcomm é a grande líder dos processadores na gama mobile, mas o mesmo não acontece nos computadores. Aliás, a sua presença é praticamente nula. Nesse sentido, a Qualcomm lançou, recentmenete, o novo Snapdragon 850, a versão do 845 exclusiva para Windows 10, sendo que a única (grande) diferença é a velocidade de processamento que leva um boost, para os 2.95GHz.

Este é o seu segundo processador para Windows 10, já que o antecessor deste modelo, o Snapdragon 835, não conquistou o mercado. No entanto, a Qualcomm quer mesmo apostar forte nos computadores e já está a preparar um novo processador, em conjunto com a Microsoft, que pretende marcar a diferença e, alguns rumores até apontam para que equipe o Surface Phone.

Segundo as informações divulgadas, a Microsoft estará a estudar novos produtos com processadores da Qualcomm, nomeadamente em produtos de realidade virtual, realidade aumentada, mas também para computadores de casa e ultrabooks, um novo nível que a Qualcomm quer entrar, já que, até agora, estes processadores são para computadores de baixa gama.

Numa comparação, o Snapdragon 850 tem um consumo de 6,5W, enquanto o próximo Snapdragon 1000 poderá ter 12W, o que o coloca num nível acima e quase o dobro do atual. Além disso, a suposta plataforma de testes tem 16GB de RAM e 2 drives UFS de 128GB, o que permitirá concorrer na gama de produtos dos ultrabooks.

Por agora, isto são apenas rumores e não há quaisquer informações oficiais sobre este novo produto, no entanto é esperado que a Qualcomm comece a apostar forte no segmento dos computadores, já que, sem qualquer dúvid,a o segmento mobile é liderado por si com uma larga margem.

Além de algumas fabricantes principais, como a Apple ou o Huawei que utilizam os seus próprios processadores, apenas a MediaTek tem processadores focados na gama mobile, mas devido a falta de atualizações dos drivers, houve várias marcas a afastarem-se desta fabricante, como a BQ o fez.

Desta forma, e cmo esta lideranç,a a Qualcomm tem mais margem de manobra para focar-se em processadores com uma melhor potência e para outros segmentos de mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here