Smartphones fazem aumentar casos de depressão entre jovens

Dados recolhidos nos Estados Unidos desde 2012 revelam que entre os adolescentes é notório um aumento de depressões diagnosticadas, valores que correspondem ao aumento do número de jovens com acesso a smartphones.

O estudo, publicado na Clinical Psychological Science e citado pelo jornal Observador, revela que as gerações que nasceram depois de 1995 têm maior probabilidade de ter sentimentos ou pensamentos depressivos ou suicidas do que as gerações anteriores. De acordo com aquela fonte, no período entre 2010 e 2015 o número de adolescentes com sintomas indiciadores de depressão cresceu 33%, sendo que o crescimento do número de jovens que indiciam tentativas de suicídio cresceu 23%.

Tão preocupante quanto isso, o estudo agora revelado permite perceber que houve um aumento de 31% do número de suicídios consumados em adolescentes com idades entre os 12 e os 18 anos. Os smartphones são apontados como factores preponderantes no apuramento destes dados. Em 2012, mais de 50% das pessoas já tinha um; e em 2015, a percentagem de adolescentes com smartphones era de 73%.

Veja também...

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscrever  
Notificar de