Smartphones chineses representam 53% do mercado indiano

O incentivo do governo indiano à produção local não está a resultar no que diz respeito à indústria de smartphones. O mais recente estudo do IDC aponta que as marcas chinesas dominam 53% do mercado da Índia.

O mercado indiano de smartphones continua em franco desenvolvimento. A Xiaomi, Honor, Lenovo, OPPO e Vivo são as principais responsáveis por este número. Há apenas um ano a quota de equipamentos chineses vendidos na Índia representava apenas 34%.

As regiões com menos recursos económicos são as principais zonas de sucesso dos equipamentos chineses, bem posicionados em termos de preço. Naquelas regiões do país há ainda a assinalar a escassez de comunicação de equipamentos de fabrico local como os telemóveis da Micromax e da Intex.

Para fazer face à invasão chinesa o Ministro das Finanças da Índia, Arun Jaitley, aumentou as taxas aduaneiras aplicáveis aos smartphones de 15 para 20 por cento. Esta medida visa aumentar o emprego na área dos telemóveis, e pretende também forçar os chineses a abrirem fábricas no país.

Veja também...

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscrever  
Notificar de