Sites portugueses têm em média 16 rastreadores

O mais recente estudo da empresa de cibersegurança NordVPN demonstra que os sites portugueses têm em média 16 rastreadores (trackers), que podem recolher e reutilizar os nossos dados. Os sites de streaming, compras e tecnologia têm ainda mais: 22 rastreadores em média, sendo a maioria propriedade de terceiros.

Cerca de 30% dos rastreadores de terceiros pertencem à Google, 11% ao Facebook e 7% à Adobe. Estas empresas usam posteriormente estes dados recolhidos para fins de marketing. Para a pesquisa foram analisados os 100 sites mais populares em 25 países de todo o mundo.

“O número de rastreadores de sites depende principalmente das leis de proteção de dados de um país. É por isso que na Europa Central e do Norte, onde as regras do RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados) são aplicadas, os sites têm menos rastreadores que nos Estados Unidos“, diz Daniel Markuson, especialista em privacidade digital na NordVPN.

Os rastreadores são habitualmente inseridos no código dos sites e é difícil que um utilizador comum consiga detetá-los. Os tipos de informações que os rastreadores recolhem podem incluir endereço de IP e localização, histórico de navegação, cliques de um utilizador num site e quais os itens que visualizou e por quanto tempo, bem como os dados sobre o navegador e o dispositivo que está a ser usado. Os rastreadores podem ajudar os administradores dos sites a melhorar a experiência dos utilizadores depois de analisarem como os visitantes interagem com o seu site.

Por outro lado, estas informações ajudam a criar um perfil de utilizador vendido a terceiros (como a Google, Facebook e Adobe mencionados acima). Eles usam o perfil para apresentar anúncios mais direcionados e intrusivos que seguem os utilizadores de um site para outro.

O lado negativo desta forma de operar é se cibercriminosos conseguirem obter estes dados, podendo ser usados contra a pessoa num ataque de phishing, por exemplo. A metodologia usada no estudo pode ser consultada aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui