Será o Facebook Graph Search mais um atentado à privacidade?

Será o Facebook Graph Search mais um atentado à privacidade?Pelo que muita imprensa especializada tem comentado, sim é mais um perigo para a nossa privacidade. A pesquisa no Facebook vai mostrar mais do que deve mostrar.

Desde o The Guardian, à Forbes, ao Marshable e ao próprio Publico, é variada a imprensa que está a noticiar o novo Tumblr de Tom Scott, especialista em tecnologia que mora em Londres e desde ontem que teve acesso ao novo motor de pesquisa do Facebook. Como toda a gente, assim que teve acesso a esta nova funcionalidade começou a pesquisar e apercebeu-se que o novo motor de busca do Facebook “procura melhor do que devia”, mostrando resultados demasiado constrangedores.

Foi no passado dia 15 de janeiro que Mark Zuckerberg apresentou a nova aposta da rede social para rivalizar com o Google, um novo motor de busca dentro da rede social, o Facebook Graph Search. O novo motor de busca permite a pesquisa de conteúdos dentro da rede social, é possível encontrar resultados para perguntas como “amigos que moram na minha cidade”, “fotos de que eu gostei”, “cidades que a minha família visitou” ou “idiomas que os meus amigos falam”.

O problema é que o Facebook vai responder a várias questões “privadas”, isto porque o Facebook não se esquece do que colocou na rede social há 3 anos atrás. Ora, Tom Scott tentou procurar situações contraditórias e ver o que dava. O problema é que deu mesmo (Clique para ver as imagens em tamanho maio).

O Tumblr criado por Tom Scott tem como objetivo mostrar este tipo de situações, bem como chamar a atenção para os perigos da privacidade na internet e de como devemos proteger-nos e termos cuidado com o que colocamos na rede social e na internet.

Como pode ver nas imagens em cima, os resultados são vários, desde “homens casados que gostam de prostitutas“, “Mães de Judeus que gostam de baicon“, “empresas que têm trabalhadores que gostam de racismo” ou “homens islâmicos interessados em outros homens e que vivem no Irão“. Estas são algumas das pesquisas que Tom Scott realizou e publicou no seu site.

Este tipo de resultados trazem à tona os vários problemas com privacidade que o Facebook tem sido acusados nos últimos anos e coloca em causa a credibilidade da rede social, já que são variados os perigos que estas pesquisas trazem para as pessoas.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here