Sente-se invejoso? Desligue o Facebook.

facebookenvyUm estudo alemão recente defende que o Facebook pode aumentar os sentimentos de inveja, solidão e angústia.A ligação do Facebook a efeitos negativos não é propriamente inédita: já antes, outro estudo havia concluído que a rede social nos podia estar a tornar mais pobres e gordos.

Sob o nome de “Inveja no Facebook: Uma Ameaça Escondida à Satisfação com a Vida dos Utilizadores?”, o estudo concluiu que a visualização dos sucessos dos nossos amigos virtuais pode levar os utilizadores a sentirem-se deprimidos com as suas próprias vidas. De facto, um em cada três utilizadores sente-se pior e mais insatisfeito depois de entrar no Facebook.

O estudo, que foi conduzido por duas universidades alemãs – a Universidade de Humboldt, em Berlim, e a Universidade Técnica de Darmstadt – notou que os mais afetados nesta experiência foram aqueles que apenas visitaram as páginas de perfil dos amigos e não publicaram nada. Entre as causas de inveja ou ressentimento, o primeiro lugar foi atribuído às fotos de férias, seguidas das interações sociais – como mensagens de parabéns e gostos e comentários às suas fotos.

Segundo o estudo, estes sentimentos conduzem, também, a um exagero na forma como cada um retrata a sua vida online, de modo a aumentar a autoestima: eles exageram na sua auto-promoção, para dar a conhecer as suas realizações, enquanto elas sublinham a sua beleza e vida social. O que apenas piora a situação.

Tendo estes dados em conta, os investigadores acreditam que, no futuro, algumas destas pessoas deixarão de utilizar o Facebook ou, pelo menos, irão reduzir o seu uso. Estará o Facebook em risco de se tornar uma coisa do passado?

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here