Segurança na sua casa ou na empresa: conheça as soluções existentes

Sabemos que a segurança do seu lar e do seu espaço de trabalho é o que de mais se pode valorizar nos dias de hoje. Apesar do nosso país ser dos mais seguros da Europa, o facto é que podemos precisar das ferramentas de segurança física quando menos esperamos. É talvez por isso que muitas empresas e, mais recentemente muitas habitações acabam por ter sistemas de controlo de segurança adaptados às necessidades individuais de cada um. Com uma procura mais acentuada e até operadores de internet a fazer parcerias com empresas de segurança, poderá ser confuso escolher o que ter e o que não ter.

Assim, numa perspetiva puramente tecnológica, vamos analisar alguns dos tipos de sistemas de segurança e proteção existentes, quais as suas vantagens e de que forma podem ser utilizados.

Como escolher a segurança da sua habitação ou escritório

Para fazer a escolha mais acertada no produto a comprar, é necessário enquadrar o espaço, quantas janelas e portas permitem a entrada, entre outros fatores. Por exemplo, se for uma empresa que tenha duas entradas ou uma moradia com entrada por trás, a complexidade é diferente de um apartamento que fique no terceiro andar (ou seja, não é possível entrar pelas janelas). Por isso, a análise deve ser feita com o pensamento de “como se pode entrar neste local” e definir a partir daí os dispositivos de segurança associados. Com este pensamento em vista, a aquisição de detectores e câmeras de vigilância é o próximo passo, agora que foram identificadas as necessidades.

Sensores de abertura

Os sensores de abertura, ou detetores, são pequenos mecanismos que se colocam nas portas para que estas, quando forem abertas, tenham a indicação da data e hora de abertura. Isto é a versão mais básica de um acesso mais complexo por impressão digital ou por íris ocular, que também existe, mas que maioria das casas ou empresas pode ser desnecessário devido ao seu custo. Por isso, a maioria das pessoas usa estes detetores para fazerem a efetiva deteção de intrusos.

Câmaras de vigilância

Embora dispense apresentações pelo nome, o facto é que existem diferentes tipos de câmaras de vigilância a considerar. Existem câmaras de visão 360º, câmaras de visão noturna, câmaras fixas ou móveis (que se podem, ou não, mover através de uma aplicação móvel a pedido ou em tempo real, etc.). O importante é identificar todos os cantos da sua casa ou empresa onde pretende ter uma câmara de vigilância e identificar a que melhor se adapta às suas necessidades. Para as entradas recomendamos pelo menos câmaras com visão noturna, para poder saber quem entra e ter uma imagem minimamente visível de tudo o que se passa, mesmo durante a noite e madrugada.

Gravação local ou cloud

Muitos serviços de segurança acompanham a tecnologia ao disponibilizarem serviços na cloud para captura em tempo real ou mesmo gravação de imagens quando são detetatos movimentos. Todos estes aparelhos ligam-se ao chamado IoF (Internet of Things) e criam um ecossistema próprio. Existem vários modelos e marcas a comercializar este tipo de soluções, bem como empresas privadas a oferecer estes serviços chave-na-mão.

Sistema de segurança integrado e seguro

Na sua generalidade, estas soluções são seguras, pois permitem o aceso por utilizador e password, ou limitando o acesso por IP. No entanto é sempre necessário ter uma boa política de segurança com uma password forte e confirmar se existe a possibilidade de ter um segundo fator de autenticação para reforçar a segurança.

Recomendamos que contrate este serviço a marcas conhecidas, pois são as que mais investem também na segurança da informação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui