Samsung quer acabar com vendas de LCD’s à Apple

As duas empresas são protagonistas da maior guerra judicial de patentes de que à memória, no que diz toca, às novas tecnologias móveis de smartphones e tablets. As acusações são graves e podem ser a principal causa para o início do fim das relações comerciais entre as duas gigantes.

As batalhas judiciais alastraram por vários países mas, nunca haviam colocado em causa os negócios estabelecidos e designados pelos analistas como duradouros e estáveis. Todavia, a partir do próximo ano as relações que ainda permanecem devem deixar de existir.

A edição do Korea Times revela num relatório, da autoria de um responsável da Samsung, que a entidade sul – coreana não quer continuar a vender ecrãs LCD à empresa de Tim Cook. Segundo o documento, os displays são vendidos a baixo custo. Assim, a Samsung afirma que as intenções de continuar a financiar os negócios da concorrente terminaram, levando ao fim das relações comerciais.

Aliás, o documento revela que a produção de alguns materiais já foi interrompida, estando já em andamento o processo de cisão dos negócios com a empresa californiana que será efetivado no decorrer do próximo ano. No entanto, a Samsung não tem intenções de perder nem tempo nem dinheiro e aponta a Amazon como possível nova cliente, colmatando as eventuais perdas que o final dos negócios com a rival Apple possa causar.

Os factos fazem a história e em Setembro, a Apple cancelou a produção de dispositivos para o iPhone 5, contratualizada com a Samsung, decisão tomada durante o auge dos processos em tribunal. Talvez seja este o principal motivo ou terá sido a gota de água, que leva ao fim da produção de LCD’s by Samsung to Apple.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here