Samsung Galaxy S20 Ultra: Primeiras impressões

O MaisTecnologia foi um dos poucos convidados pela Samsung a conhecer as principais novidades durante a semana passada, nomeadamente as várias versões do Galaxy S20. Apesar dos excelentes equipamentos que todas as versões são, não há como não destacar o Samsung Galaxy S20 Ultra, que, sem dúvida, é o melhor smartphone do mercado neste momento.

Com especificações de topo, este equipamento garante que quem o comprar está a comprar o melhor que se pode encontrar no mercado, sendo certo que terá ao seu dispor as melhores especificações e a melhor câmara, já que sem qualquer dúvida que esta versão é a melhor câmara do mercado mobile neste momento. Segue um vídeo onde mostramos um pocuo mais sobre o equipamento.

Assim que pegamos no smartphone sentimos que não estamos a pegar num qualquer equipamento, mas sim num smartphone robusto, e pesado, já que 220g para um smartphone (sem contar com uma possível capa), vai notar essa diferença. o toque é, sem dúvida, excelente e o smartphone tem um bonito design, mas há uma coisa que salta logo à vista, para o bem e para o mal: as câmaras.

Então, o que é bom é que assim que olhamos bem para as câmaras percebemos que estamos perante um dos melhores equipamentos do mercado. Aliás, sem dúvida, neste momento, é o melhor… e em todos os aspetos. Há logo a referência aos 100x zoom que são impressionantes e o primeiro smartphone no mercado com essa capacidade. Não é o primeiro a ser falado, mas é o primeiro a chegar efetivamente ao mercado.

Mas antes de falar da qualidade, quero falar do que mais me desagrada: a ENORME espessura da saliência das câmaras traseiras do S20 Ultra. Se olharmos para o seu tudo com esta saliência, o smartphone tem um grossura incrível, já que também não nos podemos esquecer que ainda conta com uma bateria de 5000 mAh, mas também é verdade que não podemos ter tudo perfeito e para termos uma qualidade fotográfica deste nível, um sensor periscópico e ainda uma bateria com esta capacidade, já se sabe que temos de “perder” noutros lados. Mas digo-lhe já, para termos uma capa para compensar esta saliência, será uma capa grande.

A saliência nas câmaras é uma coisa que não me agrada mesmo, e acho que nunca me vai agradar, mas também percebo que para termos sensores fotográficos de qualidade, tem de haver espaço para os mesmos. Mas voltamos aos sensores propriamente ditos.

O grande destaque é o sensor de 108MP que o Galaxy S20 Ultra tem e com um zoom de 100x, coloca-nos num novo nível a que os chineses da Huawei já nos têm vindo a habituar, não havendo dúvidas que a fabricante sul-coreana quer demonstrar que também conseguem fazer câmaras nos seus smartphones que impressionam. Durante a nossa experiência com o equipamento, as fotografias até 30x tinham uma qualidade bastante boa e mesmo até 50x a qualidade é razoável. Obviamente que quando saltamos para os 100x, lá se vai a qualidade, mas tal como no Huawei P30 Pro permitia a perceção do que fotografamos, também os 100x no S20 Ultra oferece uma qualidade “aceitável” tendo em conta a situação em si.

Portanto, numa primeira utilização, a qualidade das câmaras ficou aprovada e, sem dúvida, que a Huawei tem, aqui, uma demonstração do que a concorrência consegue fazer e não pode relaxar.

Já se sabe que a utilização que fazemos nestes dias de pré-apresentação é pouco para ter uma opinião muito mais formada, mas permitiu vermos outras novidades, neste caso o novo “Single Take”.

O Single Take é uma nova funcionalidade que a Samsung adiciona à sua aplicação da câmara. O seu funcionamento é simples: efetuamos um pequeno vídeo de algo em movimento, ou movimentamos nós, e é no final desse “take” que a magia acontece. A Samsung utiliza a inteligência artificial para criar vários novos vídeos, fotos e até pequenos gifs, captadas do vídeo e que permitirá novas formas de partilha. Isto parece ser uma funcionalidade muito interessante para partilhar nas redes sociais, sendo que no meu caso específico imagino em alguns eventos a possibilidade de fazer o Single Take e utilizar alguns dos resultados nas redes sociais.

Depois há uma outra coisa que temos de falar: o preço. Já sabemos que a qualidade pagasse, e tem de se pagar, mas não deixa de ser impressionante que um smartphone tenha o preço de 1579€. É mais do que dois ordenados mínimos em Portugal e não é que o smartphone não valha isso, tem a ver com a comparação entre o preço do equipamento e o nível de vida em Portugal.

Este smartphone é o melhor do mercado, tem as melhores especificações, os melhores sensores das câmaras e até é o primeiro a ter 16GB de RAM, portanto não há dúvidas que é mesmo o melhor. E o melhor é, também, o mais caro e por isso é que apesar de o preço impressionar devido aos ordenados de Portugal, não ficamos totalmente surpreendidos, tendo em conta a tendência que o mercado tem levado nos últimos tempos.

Sem dúvida, o Samsung Galaxy S20 Ultra é o melhor que o dinheiro pode comprar, nos smartphones.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here