Samsung divulga Galaxy Watch… Por engano

A Samsung é uma das grandes marcas mundiais de tecnologia e tem diversos produtos, sendo que os smartwatchs são um segmento de mercado que não tem tido grande crescimento nos últimos anos, mas continua a ser uma aposta da marca.

No etano, os rumores já apontavam numa mudança de estratégia da marca, alterando o nome do relógio para aproveitar o que a marca “Galaxy” já oferece ao mercado e a confiança que transmite aos consumidores. Mas se até agora eram apenas rumores, a Samsung acaba por torná-lo oficial, de certa forma.

A Samsung cometeu uma gaffe e divulgou no seu site oficial o próximo smartwatchs da empresa, o Samsung Galaxy Watch, confirmando um dos rumores que há muito se tem falado, sobre o nome do relógio. Até agora, o nome era “Gear”, mas parece que a Samsung vai mesmo apostar forte neste segmento, associando a marca Galaxy aos relógios.

O “novo” relógio aparecia numa área onde era possível comparar outros modelos de relógios, apesar de, obviamente, o Galaxy Watch não ter qualquer especificações associada, divulgado pelo CNet.

Segundo os rumores, deverá haver versão com Bluetooth e 4G, sendo que o processadores será o Exynos 7 Dual 7270, com um ecrã que pode variar entre as 1,19 polegadas e as 1,3 polegadas. Será que pode ser uma surpresa a ser conhecida durante a apresentação do Galaxy Note 9, a 4 de agosto? Ou esperamos pela IFA 2018?

O que estará incluído na nova versão do relógio da Samsung?

O novo relógio digital da Samsung incluirá algumas das características que se começam a tornar standard no mundo dos smarwatches. Terá contagem do batimento cardíaco, ligação com smartphones, aplicações para a prática do desporto etc.

Porém, segundo as informações de Ice, este smartwatch terá uma funcionalidade que será uma estreia: o Galaxy Watch poderá medir a pressão arterial do utilizador, funcionalidade que até agora não é oferecida por nenhum smartwatch no mercado.

Será que o Galaxy Watch terá Wear OS?

A introdução do Wear OS permitirá à Samsung criar uma nova experiência de utilizador. Porém, esta alteração ainda não é uma informação confirmada oficialmente e tem sido um rumor forte nos últimos tempos, mas difícil de termos certezas, já que a Samsung, até agor,a tem preferido apostar num sistema próprio, o Tizen OS.

O primeiro rumor sobre esta possibilidade veio em Maio por parte de Evan Blass, outro jornalista conhecido pelos vazamentos de informação. Segundo Evan Blass, diversos funcionários da Samsung teriam sido vistos com os novos smarwatches da empresa que corriam o Wear OS em vez do Tizen OS. Porém, duas semanas depois do tweet inicial, Evan referiu que se tratavam apenas de alguns relógios disponibilizados pela Google, e que não seria provável que a versão final tivesse o Wear OS.

Porém, Ice Universe vêm agora referir novamente a utilização do Wear OS

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here