Salon dá escolha a utilizador: ou retiram o ad-blocker, ou minam criptocurrência

A complicada relação entre a sustentabilidade do jornalismo online, a receita da publicidade e os ad-blockers é um dos temas recorrentes quando se fala na sustentabilidade dos portais.

Neste contexto, o site de noticias Salon começou ontem a testar uma nova forma de conseguir receita que visa monetizar as visitas dos utilizadores que recorram a ad-blockers: ou desactivam o ad-blocker, ou dão permissão para que o Salon mine criptocurrência (Monero) a partir do computador do utilizador.

A utilização do poder de processamento do computador dos visitantes de websites tem feito várias noticias no passado recente. Como noticiamos no dia 12 de Feveiro, milhares de websites legítimos (muitos deles governamentais) encontravam-se infectados por um script que visava minerar criptocurrência a partir do computador dos utilizadores sem conhecimento nem dos webmasters dos sites, nem dos utilizadores. O ano passado, durante um fim de semana, o famoso site de pirataria The Pirate Bay utilizou um script de mineração de criptocurrência sem o conhecimento do público.

A principal diferença desta experiência do Salon em relação a esses dois acontecimentos é que, neste caso, o website pede expressamente a autorização do visitante para minerar a criptocurrência em troca de não visualizar publicidade.

Caso estejas a utilizar um adblocker neste momento, podes verificar como funciona esta experiência do Salon simplesmente acedendo ao website.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here