Robôs guias nos Jogos Olímpicos de 2020

Como é de conhecimento público, os jogos olímpicos de 2020 serão realizados em Tóquio. E como também se sabe, o Japão é um dos países mais evoluidos a nível de tecnologia do mundo, estando sempre a um passo à frente.

Para surpreender ainda mais, o Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio, lançou o Tokyo 2020 Robot Project, que terá robôs autónomos como assistentes aos espetadores e a todos os participantes.

Os robôs da Toyota, ajudarão os espetadores em cadeira de rodas, guiando-os até seus assentos, fornecendo comida e fornecendo informações sobre o evento.

A Panasonic, enquanto isso, fornecerá poderosos fatos de exoesqueletos para ajudar os trabalhadores a transportar comida, lixo e outras cargas pesadas com relativa facilidade.

Entre estes ajudantes de grandes marcas, mais robôs irão ajudar em diversas tarefas durante os jogos olimpicos.

O Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio afirma que não tem qualquer vergonha dos seus objetivos, que é mostrar as proezas do Japão com robôs numa altura em que o mundo todo estará a assistir aos jogos olímpicos e de olhos virados para eles. Demonstrará a “implementação prática e real” da tecnologia, disse o líder do projeto, Hirohisa Hirukawa.

Ao mesmo tempo, é também representativo das questões sociais do país. O foco recente do Japão em robôs trabalhadores significa, em parte, lidar com uma população em declínio que limita suas opções de emprego. Esses robôs podem ser necessários para garantir que os humanos sejam livres para assumir outros papéis.

Parece tirado de um exemplo de um filme de ficção. De um momento para o outro, olhamos para o lado e lá está um robô sentado ao nosso lado. Os robôs poderão ajudar-nos em algumas coisas, mas ainda há uma grande percentagem de pessoas que não tem muita confiança neste tipo de relação.

O que é normal, porque é o desconhecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here