Reed Hastings abandona o cargo de CEO da Netflix

Enquanto a Netflix anunciava os seus ganhos trimestrais, o cofundador Reed Hastings revelou que, após 25 anos a administrar a empresa que cresceu de aluguel de discos de vídeo por correio para um gigante do streaming, já não é mais o CEO da empresa.

Ele nomeou o chefe de conteúdo Ted Sarandos co-CEO em 2020, e Sarandos irá continuar nessa função, mas irá dividir agora as funções de co-CEO com Greg Peters, ex-diretor de operações da Netflix. Noutros movimentos executivos, Bela Bajaria é agora a diretora de conteúdo da Netflix, e Scott Stuber foi nomeado presidente da Netflix Film.

Hastings deixa o cargo de CEO da empresa no dia em que regista 223 milhões de assinantes em todo o mundo. A Netflix é uma das mais importantes empresas na criação de conteúdo.

A Netflix está também a alimentar um crescente negócio de jogos com jogos móveis para começar a mostrar sinais mais significativos que está para durar a Netflix games. A mudança na liderança surge também quando a Netflix lança streaming com suporte de anúncios pela primeira vez e impõe restrições mais rígidas sobre a partilha de passwords.

“A partir de hoje, Greg Peters passará de COO para tornar-se co-CEO de Ted. No futuro, estaremos a atuar como presidente executivo, um papel que os fundadores costumam assumir (Jeff Bezos, Bill Gates etc.) após passar o testemunho de CEO para outros. Ted, Greg e eu trabalhamos juntos em diferentes cargos durante 15 anos disse Reed Hastings.

Ted e Greg desenvolveram uma grande confiança e respeito um pelo outro através dos seus sucessos e fracassos coletivos. Além disso, ambos são conhecidos por terem sempre colocado os interesses da Netflix em primeiro lugar. Estas qualidades combinadas com os seus conjuntos de habilidades complementares criam uma oportunidade única de proporcionar um crescimento mais rápido e com maior sucesso a longo prazo com eles no comando.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui