Red Dead Redemption 2. Vídeo de personagem a ser dada de comer aos jacarés causa polémica

Os últimos dias têm sido de controvérsia na plataforma do Youtube, na sequência da suspensão de um canal devido a um vídeo do jogo Red Dead Redemption 2. O jogo da Rockstar Games tem sido um grande sucesso de vendas, e a liberdade de acção que é concedida aos jogadores permite momentos de grande violência.

Prova disso é o vídeo que, quando suspenso, tinha cerca de 1 milhão de visualizações: numa das cidades do jogo, há uma feminista a apregoar o direito de voto das mulheres (que, na época do jogo, ainda não existia). O jogador agride a feminista, rapta-a e atira-a aos crocodilos para ser comida.

Quais foram as consequências deste upload?

O canal de Youtube que fez upload a este vídeo foi totalmente suspenso. No entanto, apenas algumas horas depois da suspensão, o Youtube voltou a reactivar o canal referindo que quem faz fiscalização de conteúdo por vezes “comete erros”.

O jogo permite interacções com todos os NPC’s

Todos os NPC’s no Red Dead Redemption 2 permitem interacções, sendo que cabe ao jogador decidir com quem interage, e de que forma interage. A violência é sempre uma opção, sendo esta uma das imagens de marca dos jogos da Rockstar Games.

A violência destes jogos, em particular da saga Grande Theft Auto, sempre foram alvo de análise e indignação por parte de diversos sectores da sociedade. Uma possível relação entre a violência destes jogos e comportamentos violentos dos jogadores tem vindo a ser alvo de questionamento por parte da sociedade civil e da comunidade cientifica, sem que até agora fosse demonstrada a existência clara de qualquer relação.

Se este fosse um vídeo “real”, com pessoas “reais”, obviamente o Youtube jamais permitiria a sua circulação na plataforma. Sendo um excerto de um videojogo, a decisão inicial surpreendeu, tendo a sua rápida reversão sido também um pouco surpreendente. Assim, há questões relevantes a levantar em relação ao processo através do qual o Youtube decide eliminar ou não o conteúdo na sua plataforma.

Veja aqui o vídeo em questão:

Fonte: Eurogamer

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here