Quer comprar o primeiro iPhone com USB-C? O preço já vai nos 100.000 dólares

Olhando apenas para o título do artigo há aqui duas partes que, quem segue o mercado dos smartphones, fica estupefato e surpreendidos. Primeiro, todos sabemos que a Apple sempre utilizou a sua porta lightning nos seus smartphones, apesar de nos últimos anos termos visto uma incrusão no USB-C, nomeadamente em equipamentos que necessitam de carregamento rápido para baterias maiores, como é o caso do iPad e Macbook.

Mas sem dúvida que a segunda parte também surpreende. É verdade que o mercado de smartphones está caro, nomeadamente os iPhones sempre foram conhecidos pelo seu preço elevado. Mas 100.000 dólares? Por um smartphone?

Tudo começou há algumas semanas atrás quando um estudante de engenharia Ken Pillonel criou o seu primeiro iPhone com porta USB-C do mundo, um protótipo funcional adaptado por si. O projeto viu Pillonel substituir um carregador Lightning do iPhone X por uma porta USB-C totalmente funcional, algo que a Apple pode ser forçada a fazer no futuro pela Comissão da UE. Agora ele está dando a outros a hipótese de possuir o equipamento, que colocou à venda no eBay.

blank

Ora o primeiro iPhone com porta USB-C do mundo ainda tem três dias pela frente, mas já atingiu os 100.000 dólares, o que é incrível.

Mas se é tecnicamente bom e tem um iPhone sobressalente à mão, pode sempre tentar fazer sua por conta própria, já que Pillonel também partilhou instruções completas sobre como fazê-lo. Esteja ciente de que certamente não é para amadores entusiastas.

O vídeo completo de 14 minutos acima descreve o processo, e a maior parte dele é ocupada com o difícil processo de engenharia reversa e conectores falsos. Um repositório GitHub tem as informações técnicas para quem deseja realizar o mesmo feito. Pode ser um desafio interessante.

No entanto, além de ser desafiante e difícil, há sempre a possibilidade de comprar o modelo já feito, que está à venda pela módica quantia de 100.000 dólares (por agora). No entanto, há regras e o engenheiro impõe condições: os compradores concordam que não irão restaurar, atualizar ou apagar o telefone; que eles não o usarão como seu aparelho principal e que não o abrirão.

Pillonel diz que “o telefone funcionará quando o receber, mas se não seguir as diretrizes mencionadas, estará por conta própria”, diz a descrição. “Então, basicamente, pode fazer o que quiser com ele, mas não espere nada de mim se quebrar alguma coisa. É apenas um protótipo. ”

No entanto, em vez de gastar 100.000 dólares, poderá ser mais sensato esperar uns ano. É que a União Europeia está a trabalhar numa lei que impõe que todos os equipamentos eletrónicos utilizem uma porta USB-C como padrão universal, o que também irá afetar a Apple nos seus iPhones. Isto significa que é muito provável que a Apple, dentro de poucos anos, lance um iPhone com porta USB-C, portanto dar tanto dinheiro por isso agora… se calhar mais vale esperar (a não ser que a Apple lance um iPhone sem portas).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here