Quem precisa mais? Huawei precisa mais da Google ou Google precisa da Huawei

Sabemos que mais que ambição é necessário uma abordagem agressiva para ganhar dinheiro com a produção de smartphones. É necessário também apostar forte na componente de serviços e software a que está associado os mesmos.

A Huawei é uma grande fabricante de smartphones, produzindo equipamentos sensacionais, para muitos uma das grandes marcas que melhores equipamentos coloca no mercado. E quando de facto existe bastantes compradores a provarem isso é porque de facto a realidade é essa. A Huawei é das 3 maiores marcas que melhores equipamentos coloca no mercado com melhores características, melhores desempenhos na sua globalidade.

Equipamentos com design lindo, qualidade fotográfica do que melhor se pode conseguir nos dias de hoje em smartphones, mas infelizmente na sequência de outros produtos concebidos também pela Huawei, a empresa começou a ser alvo de sanções pelos Estados Unidos da América e simplesmente ficaram proibidos de tanto vender como comprar tecnologia a qualquer empresa que tenha negocio nesse país, aplicando-se isso a nível de smartphones tudo o que tiver a ver com os serviços da Google os quais servem de base ao Android que como sabemos operam nos equipamentos da Huawei.

Tudo isto levou a própria Huawei, que financeiramente é uma empresa forte, a desenvolver o seu próprio sistema operativo. E foi assim que nasceu o Mate 30 Pro, o primeiro smartphone da marca que com Android surgiu sem os serviços da Google, e que obviamente conseguiu vender muito bem dentro da própria China, mas os problemas começaram quando se começou a expandir ao resto do mundo, onde encontrou uma barreira por completo em termo de vendas. Isto porque os utilizadores necessitam mais dos serviços da Google do que propriamente necessitam de um topo de gama da Huawei.

Os smartphones de topo Android são tão bons com os serviços da Google como Google Maps, Google Photos ou outro qualquer que não faz o mínimo sentido existir qualquer outro Android sem tais serviços, em especial quando se fala em valores altos a pagar por estes equipamentos. Basicamente, o que isto tudo significa é que na realidade é a Huawei a necessitar mais da Google do que vice versa.

E como mencionamos atrás, a Huawei é uma empresa que possui capacidade suficiente para desenvolver o seu sistema, o problema mantém-se na questão de que todos os desenvolvedores de software dedicam mais o seu esforço de desenvolvimento às aplicações que lhes rende dinheiro, e não muito interessados em ter de fazer duas versões da mesma aplicação para o mesmo sistema operativo, mas em que a framework seja diferente.

As pessoas confiam e baseiam-se bastante nos serviços da Google mesmo que em alguns casos não lhes possa agradar. Hoje em dia quase toda a gente usa aplicações como Gmail, Mapas, Calendário, contactos, tarefas, Google Drive, etc, e isto tem uma razão de ser. As aplicações são de facto muito boas.

No entanto isto não significa que a Google também não necessite da Huawei, ambas são empresas próximas em termos de negocio, principalmente com a ideia da Google ter um outro fabricante a ajudar a fazer frente à Samsung na luta pelo mercado. Esperemos assim que este embate entre Titans tenha um final feliz para os consumidores finais e para o mercado em geral.

Fonte: AndroidCentral

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here