Quanto custa a segurança de Mark Zuckerbeg? e de Tim Cook e Sundar Pichai?

Sabemos que hoje em dia a segurança de alguns empresários é importante, nomeadamente quando estamos a falar de empresas de topo, como é o que do Facebook, Apple, Uber, entre outros. Ora, as empresas investem muito dinheiro na segurança dos seus funcionários de topo e, se isso não é surpresa nenhuma, não deixa de ser interessante sabermos os números. E são impressionantes!

Em uma nova análise das despesas de segurança acumuladas por gigantes de Silicon Valley mostra que eles gastaram em 11 executivos a módica quantia de US $ 46 milhões para os proteger durante 2020. O líder deste “ranking” é, nada mais nada menos que, Mark Zuckerber, CEO do Facebook, onde, segundo o site Protocol, foram gastos 23,4 milhões de dólares relacionados com a segurança. Um aumento quando comparado com o ano de 2019, que foram gastos 20,4 milhões.

A empresa atribuiu o aumento aos novos protocolos COVID-19 e proteção adicional durante as eleições nos EUA, já que o Facebook este em grande destaque (pela negativa) nas anteriores eleições. Com estes resultados, Mark Zuckerber foi, de longe, o executivo que mais custos teve em relação à sua segurança por larga margem. Aliás, no total dos 11 executivos com maior fatura na segurança, fazem um total de 46 milhões de dólares, o que significa que Zuckerberg, sozinho, tem um custo de mais de metade do valor total, o que não deixa de ser incrível.

blankNuma comparação com outro executivo muito importante que é, no presente, o homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, gastou “apenas” 1,6 milhões de dólares em segurança pessoal. Uma diferença incrível. Mas o Mark não está sozinho nesta lista quando falamos de executivos do Facebook.

É logo no segundo lugar desta lista de mais “gastadores” que encontramos o segundo executivo que mais custos teve com segurança, a COO da empresa, Sheryl Sandberg, com um custo avaliado em 7,6 milhões de dólares.

Estes valores são justificados pela crescente importância da tecnologia no mundo, com claro destaque para as redes sociais que têm tido um importância adicional não só na economia, como na vida da população mundial. A fama inevitavelmente trouxe com ela atenção injustificada.

O Facebook, que foi acusado de tudo, desde polarizar o discurso público até permitir a disseminação de informações falsas sobre vacinas, demonstra ser bastante defensivo. A empresa havia notado anteriormente em documentos da SEC que Zuckerberg é “sinónimo” do “sentimento negativo” em torno dele. Em abril, o Facebook observou que nas suas avaliações anuais “identificaram ameaças específicas ao Sr. Zuckerberg”.

Mas não é o único, já que no ano passado foi revelado que Jeff Bezos, CEO da Amazon na Altura, teve o seu WhatsApp hackeado dois anos antes, percebendo-se porque é que as empresas têm gasto milhões na segurança destes funcionários de topo.

Nesta lista de despesas foram referidos 11 executivos. Segue a lista para saber quais os outros 9:

  1. Mark Zuckerberg – Facebook – $ 23,4 milhões
  2. Sheryl Sandberg – Facebook – $ 7,6 milhões
  3. Sundar Pichai- Google- $ 5,4 milhões
  4. John Zimmer – Lyft- $ 2,06 milhões
  5. Larry Ellison – Oracle – $ 1,71 milhões
  6. Evan Spiegel – Snap – $ 1,67 milhões
  7. Jeff Bezos – Amazon – $ 1,6 milhões
  8. Marc Benioff – Salesforce – $ 1,31 milhões
  9. Dara Khosrowshahi – Uber – $ 849 000
  10. Logan Green – Lyft- $ $ 599 000
  11. Tim COok – Apple – $ 470 000

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here