Puma e Fossil parceiras para criar smartwatch em 2019

Dedicar-se ao que de melhor sabe fazer já por si não era mau. Se para dar um passo em frente – e ser mais competitivo em domínios que não são os seus por tradição – se rodear de quem sabe, o resultado dificilmente será mau. Em rigor, a partir do próximo ano, poderá comprar um smartwatch estampado com a marca Puma, especialista em equipamentos e material desportivo.

A Puma anunciou uma parceria com a Fossil Group para projetar e fabricar novos smartwatches (assim como relógios normais) com o objetivo de colocá-los no mercado até o final de 2019.

De acordo com o portal Engadget, ainda há muitos detalhes por identificar em rigor sobre o design ou os recursos definidos para fazerem parte do smartwatch da Puma, mas nesta altura não parece haver grandes dúvidas de que este tipo de acessórios serão mesmo reais.

“A Puma é uma das principais marcas desportivas do Mundo. Estamos entusiasmados por estabelecer esta parceria com eles e levar os nossos recursos de design e distribuição de classe mundial para a coleção de relógios Puma”, disse Kosta Kartsotis, diretor executivo do Fossil Group. A parceria também está em boas mãos – o Fossil Group é o cérebro por trás dos smartwatches, como o Fossil Q Commuter, o Q Founder e o Q Venture, mas também licencia muitas outras grandes marcas para fazer outros smartwatches. Algumas delas incluem a Diesel, a DKNY, a Emporio Armani, a Kate Spade New York e a Michael Kors, e há muitos outros exemplos em que a Fossil ajudou a levar a tecnologia smartwatch para marcas de alto nível.

Será interessante ver o que o Fossil Group faz com um smartwatch mais desportivo, que é algo que a empresa nunca teve acesso antes, um domínio em que a Puma tem evidente experiência. Especialmente, faz sentido ver a marca Puma entrar no mercado e rivalizar com os mais directos concorrentes, considerando que a Nike, Adidas e outros grandes nomes do desporto vêm experimentando tecnologia de fitness para o seu pulso, fazendo parcerias com marcas como Fitbit e Apple.

Se a Puma seguir uma linha similar às outras marcas, é provável que o smartwatch esteja focado na corrida, mas também rastreie outros desportos e actividades. O que ouvimos da Fossil e da Puma sugere que poderemos estar aqui perante algo mais do que um mero relógio com funcionalidades avançadas. A parceria está prevista durar até 2028, por isso esperamos ver várias gerações de tecnologia de pulso inteligente a partir desta parceria de licenciamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here