Próximo Clio será mais eléctrico e mais autónomo

A Renault anunciou a nova geração do Clio e prevê que seja lançada em 2019, trazendo consigo algumas novidades. O modelo terá uma versão híbrida e acrescenta-se ainda o nível dois de condução autónoma, o que implica que o próprio carro pode controlar a velocidade e a direcção do veículo.

Em termos de motor, 2019 poderá ditar o fim do 0.9 TCe de três cilindros turbo a gasolina, podendo no entanto manter-se o o 1.5 dCi. Em termos híbridos, esperam-se duas versões: a versão Hybrid Assist, ao estilo do Mégane e do Scénic, e a outra será uma versão híbrida plug-in. No interior, espera-se a entrada de um ecrã na horizontal com diversas funcionalidades e outra das alterações será os faróis diurno em forma de C.

O CEO do Grupo que detém a Renault, o Grupo Renault-Nissan-Mitsubishi, Carlos Ghosn, falou do futuro da marca, com o lançamento de 21 novos modelos até 2022, com mais de metade deles totalmente eléctricos. Quanto à condução autónoma, serão 15 os modelos que contarão com o certificado, entre os níveis 2 e 4. O investimento da empresa francesa vai rondar os 18 milhões de euros.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Sem dúvida, os carros elétricos são a solução definitiva para a mobilidade. O Brasil hoje tem a oportunidade de acessar essa tecnologia com facilidade. Para que os custos sejam razoáveis, a melhor opção é converter carros convencionais em carros elétricos e, para isso, não há opção melhor do que a Organização Autolibre. Desde 2002, mais de 2.000 conversões já ocorreram na América Latina e na Espanha. Com o melhor conselho para empresas e clientes particulares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here