Próxima versão do Android poderá vir já com o Art

Red Magic 5G

Android Art

O Google está a preparar-se para mudar a máquina virtual usada por defeito no Android, passando a usar a Art.

Qualquer aplicação que seja executada no Android tem de ser carregada para uma máquina virtual. Embora isso possa ter algumas vantagens, como por exemplo tornar a aplicação portável para outroas plataformas mais facilmente, acaba por ter alguns problemas como o fato de exigir mais recursos e tornar o Android mais lento. No entanto com os modelos de smartphones mais recentes, com maior capacidade de processamento isso acaba por não se notar tanto.

No Android a máquina virtual usada por defeito chama-se Dalvik. Esta máquina virtual usa um método de processamento chamado de JIT (just in time), que compila o código assim que o utilizador pede para executar a aplicação acabando por tornar a abertura um pouco mais lenta.

android_kitkat_720bO Google tem vindo a trabalhar numa nova máquina virtual chamada Art e que usa outro método de processamento. Neste caso é usado o AOT (ahead of time), que compila o código da aplicação antes de ela ser executada pela primeira vez. Como o processamento é feito apenas uma vez as aplicações passam a ser executadas de forma mais fluída, mais rápida e com menos consumo de memória.

Ao que parece a versão Android 4.4 Kit Kat já tem a Art instalada mas desativada por defeito.

O site Google Police já fez uma comparação entre as duas máquinas virtuais e nota-se alguma diferença nos números. Nada de muito significativo mas qualquer melhoria é sempre bem-vinda.

A próxima versão do Android já poderá trazer a Art como máquina virtual por defeito, relegando a Dalvik para segunda opção.

Existem alguns sites da internet que mostram como ativar a Art para quem usa a versão 4.4 do Android, no entanto algumas aplicações podem deixar de funcionar e é algo complicado voltar atrás. Deverá esperar até fazer essa mudança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here