Inicio Motores Projeto de supercarro elétrico Faraday Future dá sinais preocupantes

Projeto de supercarro elétrico Faraday Future dá sinais preocupantes

A Faraday Future assumiu-se como mais promissor projeto de fabrico de um supercarro movido graças a uma motorização elétrica. Capaz de alterar todos os cenários já existentes a marca tinha ambiciosos planos para inaugurar a sua unidade de produção no Nevada (EUA), mas a análise financeira à empresa dá sinais que o projeto não vai sequer arrancar.

Segundo várias fontes, como por exemplo Buzzfeed News, Jalopnik e até o The Verge, a Faraday Future tem já um considerável volume de contas para pagar, processos em tribunal interpostos por fornecedores e os mentores do projeto saíram já de cena. O défice da marca que iria produzir o primeiro supercarro elétrico ascende já às centenas de milhões. Caso o financiamento não se concretize até à abertura de portas da CES o futuro está irremediavelmente comprometido para a Faraday Future. Aliás, a CES seria palco para a estreia da versão final do supercarro movido a eletricidade da Faraday Future, ainda assim a marca conta com cinco protótipos que deverão viajar até Las Vegas já que não dispõe de nenhum automóvel na sua versão de produção em série.

As ligações da Faraday Future aos chineses da LeEco pareciam promissoras, todavia a empresa asiática liderada por Jia Yueting atravessa também uma fase complicada. Este era o balão de oxigénio que conseguiria alimentar o arranque da faraday Future. Segundo fontes internas do projeto o dinheiro da LeEco nunca chegou a ser injetado na Faraday Future que serviu apenas para os chineses arranjarem mão de obra muito qualificada para traçarem o seu projeto de automóvel elétrico com condução autónoma. Um negócio com contornos obscuros é a melhor definição que muitos aplicam a esta ligação.

Na luta das patentes a Faraday Future nunca chegou a registar nenhuma em seu nome, ou seja todo o capital da empresa encontra-se comprometido. Toda a propriedade inteletual relacionada com este projeto de fabrico de um supercarro elétrico está em nome de uma desconhecida empresa, a FF Cayman Global com sede nas duvidosas Ilhas Caimão.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here