Primeiro processadores que irão utilizar Inteligência Artificial são revelados pela Intel

A Intel revelou dois novos processadores projetados para grandes centros de computação, que serão os primeiros a utilizar a inteligência artificial (AI). Os dois chips são as primeiras ofertas da empresa a partir de sua linha Nervana Neural Network Processor (NPP) e um será usado para treinar sistemas de IA, enquanto o outro lidará com inferência.

A Nervana NNP-T, codinome Spring Crest, será usada para treinamento e vem com 24 clusters de processamento Tensor que foram projetados especificamente para alimentar redes neurais. O novo sistema da Intel em um chip (SoC) fornece aos usuários tudo o que precisam para treinar um sistema de AI em hardware dedicado.

A Nervana NNP-I, codinome Spring Hill, é a inferência SoC da empresa, que usa sua tecnologia de processo de 10 nanômetros, juntamente com os núcleos Ice Lake, para ajudar os usuários a implantar sistemas de IA treinados.

Funções e trabalhos

Os novos SoCs com foco na inteligência artificial da Intel são projetados para lidar com cargas de trabalho de IA em ambientes de data center, para que os usuários não precisem mais depender apenas de suas CPUs Xeon para lidar com tarefas de aprendizado de máquina e AI.

A Nervana NNP-T e NNP-I foram projetadas para competir com a Tensor Porcessing Unit do Google, a tecnologia NVDLA da Nvidia e os chips AWS Inferentia da Amazon.

Vice-presidente e gerente geral do Grupo de Produtos de Inteligência Artificial da Intel, Naveen Rao explicou como os novos processadores da empresa ajudarão a facilitar um futuro onde a IA esteja em toda parte, dizendo:

“Para chegar a um estado futuro de ‘IA em todos os lugares’, precisaremos abordar o fluxo de dados sendo gerados e garantir que as empresas tenham o poder de usar seus dados de forma eficiente, processando-os onde forem coletados quando fizerem sentido e tornarem mais inteligentes uso de seus recursos upstream.

Os datacenters e a nuvem precisam ter acesso a computação de uso geral escalável e de alto desempenho e aceleração especializada para aplicativos complexos de IA. Nesta visão futura da IA ​​em toda parte, é necessária uma abordagem holística – do hardware ao software e aos aplicativos ”.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here