Primeira mulher a ser curada do HIV recebeu transplante de células estaminais

Mais um dia histórico para a medicina! Nos Estados Unidos, cientistas acreditam ter curado, pela primeira vez, o vírus do HIV – que provoca SIDA – numa mulher através do método de transplante de células estaminais para tratar a sua leucemia. Esta é a terceira pessoa do mundo a ser curada do HIV.

Este caso de sucesso foi apresentado por cientistas da University of California Los Angeles (UCLA) e da Johns Hopkins University, durante a Conference on Retroviruses and Opportunistic Infections, que decorreu virtualmente.

Carl Dieffenbach, diretor da Divisão de AIDS do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infeciosas dos EUA, uma das várias divisões dos Institutos Nacionais de Saúde que financia a rede de pesquisa por trás do novo estudo de caso, disse à NBC News que o acúmulo de repetidos triunfos aparentes na cura do HIV “continua a dar esperança”.

A Dra. Deborah Persaud, especialista em doenças infeciosas pediátricas da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins que preside o comité científico financiado pelo NIH, responsável pelo estudo deste caso disse que “enquanto estamos muito animado” com o novo caso de possível cura do HIV, o método de tratamento com células-tronco.

A paciente de Nova Iorque foi diagnosticada com HIV em 2013 e com leucemia em 2017. A mulher acabou por receber sangue do cordão umbilical de um dador que era “parcialmente compatível”, com o intuito de tratar o HIV, bem como sangue de um parente para reforçar o seu sistema imunitário e parece que o transplante foi feito com sucesso. A paciente está em remissão e livre do vírus há 14 meses, sem a necessidade de tratamentos contra o HIV. Desde outubro de 2020 que não há sinal do vírus.

Os dois primeiros casos que foram tratados com sucesso foram de Timothy Ray, Brown, conhecido como “The Berlin Patient”, que viveu 12 anos sem o vírus, e de Adam Castillejo, que se curou em 2019.

Fonte: NBC News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui