Preocupações sobre o software de reconhecimento facial.

Red Magic 3S

Políticos dos Estados Unidos da América levantaram preocupações sobre a qualidade do software de reconhecimento facial. Também houve grupos que expressaram preocupações sobre o modo como a informação estava ser reunida para os softwares.

Esta tecnologia está a ser desenvolvida pela Amazon e pela Microsoft e tem sido cada vez mais usada pelas entidades que fazem prevalecer a lei em todo o mundo.

Existiram situações em que a tecnologia de reconhecimento facial identificou erradamente mulheres e pessoas de cor.

Alexandria Ocasio-Cortez, congressista, comentou que esta situação remota às partes mais negras do uso da tecnologia. Existe também a possibilidade de se criar uma lei que limita o uso da tecnologia de reconhecimento facial.

Existe ainda preocupações levantadas por peritos em tecnologia sobre o crescente uso de base de dados de reconhecimento facial por parte de empresas governamentais e privadas. Há mesmo quem defenda que deveria existir uma pausa no uso e adaptação da tecnologia de modo a permitir que todas as pessoas e entidades se consigam actualizar sobre todas as novidades da tecnologia. Também se defende que deveria existir uma regras que obrigue o uso de consentimento para se usar o reconhecimento facial. De momento nos Estados Unidos da América é suficiente o facto de a pessoa conseguir ver a câmara para que a autorização esteja implícita.

Empresas que trabalham no software de reconhecimento facial como a Google, Microsoft, Amazon e Facebook recolhem informação para construir o software. A construção do software inclui imagens CCTV e a procura de imagens e fotos em vários websites de partilha com o Flickr e o Facebook. Filtros usados em plataformas como o Instagram e o Snapchat podem também ser usados para recolher detalhes das caras.

Apesar da tecnologia não ser 100% credível a policia na América já conseguiu encontrar crianças desaparecidas e criminosos através do uso do software, pelo que nem tudo é mau nesta tecnologia.

Fonte: BBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here