Portugueses fazem férias mais curtas

Turismo de residentes aumentou em Portugal
Turismo de residentes aumentou no terceiro trimestre de 2012

Os portugueses residentes em Portugal, entre julho e setembro de 2012, viajaram mais do que no ano anterior, no entanto, as deslocações foram menos prolongadas e as saídas para o estrangeiro foram em menor número.

As viagens de férias dos portugueses aumentaram, mas a duração da estadia encurtou. Em anos anteriores a duração das deslocações rondava os quatro ou mais noites, passando para três noites no período compreendido entre julho e setembro de 2012.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, os residentes em Portugal “efetuaram 5,9 milhões de visitas turísticas no terceiro trimestre do ano passado, mais 10,3 % que em igual período de 2011″.

As viagens de curta duração também ganharam terreno no final do trimestre do ano passado. As viagens até três noites representavam mais de metade do total (51,6 %), atingindo em julho 54 % e em setembro 70 %. A duração média das viagens baixou 12,9 %.

O mês de agosto representou o período mais forte para o setor turístico, verificando-se um maior número de viagens de longa duração. Segundo dados do INE, registou-se 35,7 milhões de dormidas nas viagens no terceiro trimestre, menos 3,8 % do que no mesmo período de 2011.

Num contexto de crise económica os portugueses continuam a passar férias, no entanto, optam por pernoitar em casa de familiares ou amigos. Esta tendência leva a que as dormidas até então realizadas em hotéis e pensões sofra uma quebra acentuada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here