Portugal desce três lugares e cai para 37.º no ranking da competitividade digital

Portugal desceu no ranking da competitividade digital pelo terceiro ano consecutivo, descendo três lugares e ocupando agora o 37.º lugar do IMD World Competitiveness Center.

De acordo com a classificação, também elaborada com a ajuda da Porto Business School, Portugal ocupa agora o lugar 37 entre 63 economias analisadas. Apesar da descida, o nosso país regista melhorias na competitividade digital nos índices de Conhecimento (33.º lugar) e Tecnologia (38.º), o que não foi suficiente para uma subida no ranking, “devido à melhor performance registada por outras economias”, segundo o comunicado da PBS enviado à imprensa.

O ranking dos países ou regiões mais competitivos no digital é liderado pelos Estados Unidos, seguindo-se Singapura e Dinamarca. O grupo das dez economias mais competitivas é completado pela Suécia, Hong Kong, Suíça, Países Baixos, Coreia do Sul, Noruega e Finlândia.

“Foi no indicador Preparação para o Futuro que a perda de competitividade digital da economia portuguesa foi maior, onde a descida foi de sete posições face a 2019”, pode ler-se na mesma nota. De acordo com a análise há, sobretudo, falta de agilidade no negócio, mas também uma insuficiente deteção de oportunidades, um grande receio do fracasso e o fraco uso de big data & analytics.

Noutros indicadores, a Qualidade do seu Talento, a Formação & Educação e a Concentração de Conhecimento no país subiram posições (26.º para 24.º, 39.º para 38.º e 32.º para 30.º, respetivamente). “No entanto, a descida de posição no indicador Conhecimento (31.º para 33.º) serve de alerta para um crescimento a um ritmo mais lento do que noutros países, sobretudo devido à fraca prestação das empresas na Formação de Colaboradores (58.º)”, lê-se ainda.

Por outro lado, nessa área, destacam-se “a existência de boas Competências Digitais e Tecnológicas (14.º) na população portuguesa” e número de Graduados em Ciência (13.º).
As boas classificações verificam-se ainda na Qualidade das Tecnologias de Comunicação (5º) no Número de Utilizadores de Internet (12.º) e nas Leis de Imigração (4.º).

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here