Porque a Apple não permite a partilha familiar ter mais de 6 membros?

Red Magic 5G

Para quem utiliza equipamentos Apple, e tem a partilha familiar activa de alguns serviços com elementos da sua família, esposa, filhos, etc, sabe que não consegue adicionar mais do que 6 membros ao grupo familiar. Esta é uma imposição da própria Apple.

A partilha familiar, deixa-nos tal como o nome indica partilhar determinado número de coisas do ecossistema Apple e da nossa conta pessoal com familiares e amigos. Podemos partilhar espaço da nossa conta iCloud Drive, fotografias, músicas, vídeos, compras de aplicações que tenhamos feito. Permite também que os país consigam controlar as atividades dos filhos e o modo como usam por exemplo o iPad ou o iPhone, dando aos mesmos um pouco mais de tranquilidade quanto a esse tema. Mas a questão permanece, porquê a Apple impôs um limite de 6 membros para o grupo familiar? Um utilizador com 6 filhos escreveu um artigo em como essa imposição afectava a sua família ao tentar adicionar os dois últimos filhos do casal.

Mesmo assim conseguimos controlar o tempo de ecrã ligado gasto por cada membro da familia mesmo sem usar a partilha familiar. Isso requer um código PIN em cada um dos dispositivos, mas não conseguimos ter de um modo centralizado em uma única conta o acesso global a todos os membros, mas pelo menos ainda conseguimos alguma medida de protecção.

 

Infelizmente, não existe meio algum de conseguirmos contornar esta limitação à partilha familiar. Na opinião da Apple, 6 membros é um número adequado e suficiente para a tal  gestão centralizada e partilhada dos recursos oferecidos. Se pensarmos que no país de origem, os Estados Unidos da América, apenas 1% das famílias têm mais do que 6 pessoas, faz se calhar algum sentido esse número que a Apple impôs.

Seja como for, podia também 10 membros como limite, não? Ao que parece, isso poderia trazer alguns constrangimentos em termos de licenciamento com os programadores, parceiros de conteúdos multimédia, e ao mesmo tempo a Apple não estará muito interessada ter muitas pessoas a partilhar as suas contas iCloud.

Uma das soluções poderá passar por dividir a família em duas partes, ou seja cada um dos progenitores partilhar a sua conta iCloud com metade da família, e o outro progenitor efectuar o mesmo procedimento. Não irá ficar tudo centralizado em uma só pessoa, mas é o único meio de “solucionar” esta limitação.

A solução poderia passar por exemplo, por permitir à Apple efectuar com a devida privacidade e cuidados máximos, a verificação geográfica de cada equipamento além dos 6 membros de modo a verificar se realmente estão todos associados geograficamente à mesma morada.

Tomemos por exemplo o Spotify que efectua essa verificação de modo a licenciar pessoas adicionais para a partilha familiar na sua plataforma.

Fonte: MacWorld

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here