“Por que estou neste e-mail?” Microsoft com novo serviço de bloqueio de ´reply-all´

A nova funcionalidade de ´email-block´ da Microsoft fica ativo durante quatro horas após o seu envio automático, tempo suficiente para impedir que as pessoas perguntem “Por que estou a receber este e-mail?”. A nova funcionalidade parece estar a funcionar para os próprios colaboradores da Microsoft. “Os humanos ainda se comportam como humanos, não importa para que empresa trabalham”, diz a equipa da Exchange.

“Já estamos a ver a primeira versão da funcionalidade com sucesso a reduzir o impacto de reply-all dentro da Microsoft. As ´tempestades de e-mail´ são um problema que afeta as empresas grandes e pequenas, e que ocorrem há décadas. A Microsoft teve o seu próprio incidente em 1997, que os empregados carinhosamente se referem como Bedlam DL3.

Cerca de 25.000 pessoas estavam numa lista de distribuição e continuaram a responder, gerando 15.000.000 de mensagens de e-mail e 195 gigabytes de dados. O incidente oprimiu os próprios servidores de correio da Microsoft, e a empresa lançou um limite de destinatário de mensagens, para tentar resolver problemas futuros.

No entanto, a Microsoft ainda sofre de ´tempestades de e-mail´ de resposta. No ano passado, uma notificação do GitHub desencadeou uma ´tempestade de e-mails´ para milhares de funcionários da Microsoft. Em março, milhares de funcionários da Microsoft também foram apanhados numa corrente de e-mail que foi rapidamente encerrado em 30 minutos.

A Microsoft está a lançar esta nova funcionalidade de proteção para o Office 365 e o Exchange Online. É planeada precisamente para prevenir tempestades de e-mail (´reply-allpocalypse´), quando centenas ou milhares de pessoas começam a responder a uma corrente de e-mail depois de alguém se ter esquecido de que todos ou uma lista de distribuição foram mal configuradas.

A nova funcionalidade irá beneficiar principalmente grandes organizações, e está inicialmente a ser lançada para detetar 10 e-mails de resposta a mais de 5.000 destinatários num período de 60 minutos.

“Com o tempo, e à medida que recolhemos a telemetria de uso e o feedback do cliente, esperamos ajustar, afinar e melhorar a funcionalidade de Proteção contra Tempestades, para torná-lo ainda mais valioso para uma gama mais ampla de clientes do Office 365”, explica a equipa de exchange da Microsoft.

Fonte: The Verge

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here