Peixes robot conseguem “ver” e “imitar” peixes reais em tempo real

Há mais do que uma década que a tecnologia biomimética coloca robots ao lado de animais para melhor entender os motivos e os impulsos do comportamento animal: entender comportamentos sociais como liderança, medo, desafio e até ‘cortejo’. Mas estes encontros sempre foram unidirecionais: os animais observavam e respondiam ao que os robots estavam programados a fazer. Mas no laboratório de Maurizio Porfiri, professor de engenharia mecânica e aerospacial, os robots já tem a capacidade de olhar de volta.

Porfiri e a sua equipa conseguiram avanços importantes nos software de rastreamento de movimento em tempo real e colocaram em teste o seu primeiro sistema de controlo de loop fechado de um robot inspirado nos peixes-zebra a interagir com peixes-zebra reais.

Em termos mais simples, os robots estão programados para “detetarem”, “verem” e “replicarem” o comportamento dos animais verdadeiros em tempo real.

Assim sendo, a equipa de investigação colocou num aquário (com um painel transparente a separar) diversos grupos de teste de robots frente a frente com os peixes reais. A tecnologia de imitação funcionou bastante bem e os robots imitaram o comportamento dos peixes-zebra com eficácia. Mas os peixes-zebra reais notaram que algo estava errado: comportavam-se de forma diferente (demonstrando mais medo e ansiedade) quando eram colocados frente a frente com robots do que quando eram colocados frente a frente com outros peixes reais.

Estas experiências permitem, por um lado, melhor entender as formas de comunicação dos peixes reais, e por outro desenvolver e aperfeiçoar a tecnologia robótica.

“Agora temos a habilidade de medir as respostas do peixe-zebra ao robot em tempo real, e de deixar que o robot observe e se movimente em tempo real, o que é significante”, referiu Maurizio Porfiri no comunicado da Universidade de engenharia Tandon School. “Estamos a aprender o que realmente interessa nas interações sociais do peixe-zebra, e podemos utilizar esta informação para ajudar o robot a interpretar e a responder de forma apropriada, em vez de apenas imitar aquilo que vê.

Veja também...

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscrever  
Notificar de