Os jogos de celulares estão cada vez mais populares

Não é de hoje que os jogos mobile existem, inclusive as suas primeiras versões já vinham instaladas previamente no aparelho de celular. Os primeiros jogos foram desenvolvidos na década de 90 e pensados de acordo com as limitações dos aparelhos disponíveis na época, como gráficos básicos e telas relativamente pequenas.

O primeiro jogo disponível à público foi o clássico Tetris, mas foi o Snake conhecido como “jogo da cobrinha” lançado pela Nokia que se popularizou. Outros jogos foram acrescentados com o tempo, como o Memory e Logic.

Atualmente, o número de jogos disponíveis é enorme e a cada dia são acrescentados novas versões e lançamentos isso se dá pela popularidade que o meio  vem ganhando a cada ano. Isso fez com que as configurações de fábrica fossem alteradas, então agora os celulares possuem disponível nos aparelhos o sistema de busca de aplicativos, permitindo que o próprio usuário defina o que deseja instalar conforme seu perfil pessoal de consumo.

Os avanços em novas tecnologias não param e a cada dia que passa melhorias vem sendo implementadas em relação aos gráficos, jogabilidade ou realidade virtual, por exemplo. Além disso, seja qual for o nicho, o mercado de jogos online atende de maneira ampla os diferentes perfis de jogadores. Há quem busca jogos multiplayers, como Call of Duty ou The Sims. Há quem busca jogos para entretenimento solo, como Candy Crush Saga ou Subway Surfers. Também existem alguns jogadores que buscam unir os momentos de lazer em oportunidades de ganho, como em jogos de cassino em https://www.royalpanda.com/pt-br/sports#home. Muita diversão durante horas!

De acordo com a Sensor Tower Store Intelligence, foi gerado cerca de 61 bilhões de dólares pelos jogos para celular no ano de 2019. Especificamente, um dos maiores motivos para essa popularidade é o aumento de aparelhos adquiridos e de seu uso diário. Por exemplo, somente no Brasil, de acordo com o estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a cada um aparelho de TV comprado são adquiridos quatro celulares. Além disso, pesquisas da empresa App Annie, indicam aumento do número de horas que os brasileiros utilizam o celular, cerca de 30% maior que em 2019. Esses números vêm acompanhados também de outros dados, como aumento do mercado de games para celular e o dinheiro gasto com eles.

Pode-se citar também a facilidade, pois não é preciso muito para poder fazer o download e começar a jogar. Além disso, com acesso à internet de alta velocidade cada vez mais prático e descomplicado, é possível jogar de qualquer lugar. Então, esteja você indo ou voltando do trabalho, viajando ou em seu horário de almoço, eles estão a uma tela de distância.

Em se tratando de custo-benefício, os jogos para celulares se mostram muito mais atrativos que jogos para computador ou consoles. Mesmo com alguns sendo pagos ou que existam anúncios, os jogos mobiles se tornam mais baratos pelo fato do poder de experimentar uma variedade de jogos disponível em serviços de distribuição de aplicativos.

Outro fator importante é a interação com outras pessoas. Muitos jogos crescem principalmente pela comunidade que é formada e como ela interage entre si. Além disso a possibilidade de estar jogando com outras pessoas em tempo real aumenta a competitividade e, para alguns pode tornar a experiência mais emocionante que jogar com a máquina.

Os lucros do ano de 2019, representando 45% da receita global do mercado de jogos, de acordo com um relatório da Newzoo. Anos depois, a mesma empresa divulgou outro relatório indica que esse mercado segue em crescimento e estima-se que em 2021 eles atingiram lucro de aproximadamente 90 bilhões de dólares, o equivalente à 422 bilhões de reais. O crescimento desse mercado até o momento vem superando segmentos do mesmo setor e continua com tendência otimistas para os próximos anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui