OpenAI, proprietária do ChatGPT, espera faturar mil milhões de euros até 2024

O ChatGPT, o novo chatbot que está na boca do mundo, espera atingir um lucro de mil milhões de euros até ao final de 2024. A expectativa está refletida nesta notícia da Reuters.

Fontes relacionadas com a recente apresentação da OpenAI aos investidores relatam que a organização espera obter 200 milhões de euros em receitas no próximo ano e mil milhões de euros até 2024. A previsão, relatada pela primeira vez pela Reuters, demonstra que em Silicon Valley está a ser feita uma aposta forte nesta tecnologia que tem estado, de certo modo, “congelada”, mas a ganhar velocidade neste ano.

A start-up OpenAI já inspirou rivais e empresas que criam aplicações em assentes no seu software de geração de IA, como o criador de imagens DALL-E 2. A OpenAI cobra aos desenvolvedores que licenciam a sua tecnologia cerca de dois ou três cêntimos para gerar 20.000 palavras de texto e cerca de cinco cêntimos para criar uma imagem a partir de um prompt escrito, de acordo com o seu site.

A empresa, que começou a lançar produtos comerciais em 2020, garante que a sua missão continua a ser o avanço da IA com segurança para a humanidade.

Brad Smith, o presidente da Microsoft, que financia a OpenAI e fornece software à empresa, disse à Reuters que a IA progrediu muito mais rapidamente do que muitos previam: “Em 2023 vamos assistir a avanços que muita gente só esperava ver acontecer em 2033. Será um crescimento extremamente importante não apenas para o futuro da Microsoft, mas para o futuro de todos”.

A Microsoft este ano procurou aumentar a sua participação na empresa na expectativa de poder impulsionar os negócios para a nuvem da Microsoft à medida que mais empresas adotam a IA.

O ChatGPT é treinado com dados de texto para que possa responder a solicitações como um humano. Um dos engenheiros por detrás desta tecnologia admite que possa mesmo ser senciente, enquanto outros cientistas afirmam estar ainda muito longe disso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui