O Twitter não reiniciará o Twitter Blue

Na segunda-feira, Elon Musk disse aos empregados do Twitter que a empresa não vai relançar a sua subscrição paga, Twitter Blue, até que eles garantam uma diminuição significativa nas imitações online. Esta decisão foi tomada após um fluxo de contas de que foram criadas na plataforma ao longo dos últimos meses.

Na semana passada, Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, anunciou que a oferta de subscrição de $8 Blue seria relançada no dia 29 de Novembro, no entanto, numa reunião interna com os empregados, ele indicou que o timing real do lançamento era incerto devido a preocupações de segurança. Musk explicou que “não lançaremos enquanto não tivermos alta confiança na protecção contra personificações significativas”.

Após a aquisição do Twitter por Elon Musk, a primeira grande mudança que ele fez foi introduzir a possibilidade de os utilizadores comprarem uma marca de verificação azul através do Twitter Blue. Isto criou um problema, pois havia sinais imediatos de imitações de contas de alto perfil, tais como as dos anunciantes do Twitter. O pessoal de confiança e segurança do Twitter tinha avisado contra esta jogada, mas mesmo assim ela foi levada avante. A verificação paga só permaneceu ativa durante dois dias antes de ser encerrada.

Embora não seja claro como o CEO do Twitter, Elon Musk, planeia evitar que as contas usem a marca azul para se disfarçar de outro utilizador, parece que a plataforma começou a empregar outras medidas num esforço para diferenciar entre os utilizadores verificados e aqueles que compraram este distintivo.

Um desses esforços é a recente adição e subsequente remoção dos checks cinzentos adicionados a contas de alto nível sem qualquer explicação. Apesar destes esforços, ainda é possível para qualquer pessoa com recursos suficientes adquirir um Check azul, deixando a questão da personificação do utilizador por resolver.

Durante a reunião com os funcionários do Twitter, Musk disse que a empresa “provavelmente” irá precisar dar a “instituições e empresas” uma “verificação de cor diferente”, mas não deu mais detalhes, observando que “isso ainda é algo que estamos a pensar”.

“Qualquer plataforma de mídia social, na minha opinião, não importa o que seja, será vulnerável a bots e trolls, a menos que exista alguma barreira de pagamento para aumentar significativamente o custo de bots e trolls”, disse ele.

Fonte: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui