O navegador Safari irá suportar vídeos do Youtube a 4K

Tal como já têm vindo a ser referenciado, é pela primeira vez que o iOS 14 e o tvOS 14 irão suportar agora a reprodução de vídeos 4K no Youtube. Essa capacidade surgiu com a quarta versão beta do sistema operativo macOS Big Sur, pelo que os utilizadores dos computadores Mac podem finalmente poder assistir a vídeos com resolução 4K do Youtube, utilizando para isso o navegador nativo Safari.

O facto de termos vídeos 4K do Youtube não é propriamente uma novidade para os utilizadores do Mac. Mas é a primeira vez que estes vídeos podem ser reproduzidos no Safari. Anteriormente, os utilizadores tinham de efectuar o download do Google Chrome, ou até mesmo outro navegador, que fosse compatível com a resolução 4K do Youtube.

Assim, ao invés de apenas utilizar a resolução de 720p ou 1080p, podemos agora ter o 4K disponível. No entanto estas opções irão permanecer, bem como os 1440p (2K) e os 2160 (4K).

A razão pela qual até ao momento não ser possível reproduzir vídeos com qualidade 4K do Youtube no Safari, prendia-se com o facto de que a Apple não estava a dar qualquer suporte aos codecs VP9 da Google. No entanto isto mudou, e este ano a marca decidiu fornecer suporte a esses mesmos codecs no iOS, tvOS 14 e no macOS Big Sur.

Como medida adicional do suporte aos VP9, o navegador Safari passa também a ter a capacidade agora de visualizar imagens WebP e vídeos HDR, o que permite por exemplo activar no Netflix o 4K HDR. A Apple encontra-se também a trabalhar no suporte à WebExtension API no seu macOS Big Sur, a qual é uma tecnologia multi-plataforma e permite aos utilizadores instalar as mesmas extensões em diferentes navegadores.

Assim, é de esperar que a versão Safari 14 fique disponível para todos os utilizadores com os lançamentos oficiais dos sistemas operativos iOS 14, iPadOS 14 e ainda o macOS Big Sur.

Fonte: 9to5Mac

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here