O motivo pelo qual podemos não mudar da Apple Music para o Spotify tem um nome: iCloud

Red Magic 6S

Ambas as plataformas músicais são excelentes, e o seu uso depende na essência do gosto pessoal de cada um de nós. Têm utilizadores que preferem a Apple Music outros o Spotify. Têm aqueles que apesar de utilizarem o ecossistema da Apple preferem o Spotify, e utilizadores de Android a utilizarem o Apple Music.

Durante algum tempo o autor do artigo usou bastante o Spotify ao invés da Apple Music. Ambas tem milhões de músicas e uma variedade de opções e funcionalidades muito similares entre si. Mas a única funcionalidade que levava sempre este utilizador ao fim de algum tempo a regressar à Apple Music era a biblioteca de músicas do iCloud.

Esta biblioteca de música do iCloud é uma funcionalidade que permite que nós carreguemos as nossas próprias músicas juntamente com as músicas que possuímos da Apple Music dentro do nosso smartphone. É um funcionalidade fantástica pois permite-nos caso não tenhamos encontrado algum álbum ou algum artista em específico e o tenhamos na nossa biblioteca de música pessoal, podemos juntar tudo em um só lugar, ou seja, na biblioteca de música do iCloud. E o melhor de tudo, é que todas as músicas são sincronizadas entre todos os nossos dispositivos que possuímos da Apple. E isto de facto é algo que o Spotify não consegue igualar. Artistas especiais de que sejamos fãs, músicas não muito famosas ou comerciais, alguma discografia de um artista preferido, poderão por vezes não constar no catálogo da Apple Music, e se as tivermos connosco, basta adicionar e “voilá”, tudo irá ficar sincronizado e carregado na iCloud juntamente com toda a nossa música que também como subscritores da Apple Music tenhamos descarregado.

Em relação à biblioteca do Spotify é impossível importar num dispositivo móvel músicas para a mesma, pode no então apenas e somente fazê-lo no  PC. Mas na opinião deste utilizador, esta será apenas a única função que o leva a utilizar o serviço de música da Apple e não o Spotify, o leva a abdicar de serviços exclusivos do Spotify como o Release Radar ou mesmo as descobertas semanais.

Mas como dissemos anteriormente, a escolha recai de facto nas preferências de cada utilizador e existe actualmente milhares, seja para qualquer uma das duas maiores plataformas de música.

Fonte: 9to5Mac

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here