O futuro é agora: Singapura vai introduzir táxis voadores na segunda metade de 2019

Os céus da Singapura vão ser palco de um projecto pioneiro: na segunda metade de 2019, começam os testes para colocar táxis voadores nos céus do país. A ideia dos táxis voadores muita tinta tem feito correr um pouco por todo o mundo, mas parece que a coisa vai mesmo ser testada no próximo ano.

Os testes ficam a cargo de uma empresa alemã denominada Volocopter. Vão ser testados no contexto de cidade. Os veículos podem voar com duas pessoas durante cerca de 30 km’s e, segundo a empresa, não fazem ruido que se destaque no contexto de uma cidade.

As primeiras rotas fixas nas cidades

“Nós estamos a preparar a implementação das primeiras rotas fixas nas cidades,” referiu o CEO da Volocopter, Florian Reuter.

A Volocopter já fez diversos testes no Dubai e em diversas cidades alemãs. No entanto, ainda não se introduziu enquanto serviço público fixo em nenhuma delas.

Ainda não há mais informações sobre esta rede, que com certeza surgirão ao longo dos próximos meses.

A Nova Zelândia também prepara táxis voadores para algures nos próximos 3 anos

O mesmo destino também poderão ter os céus da Nova Zelândia. Recentemente, foi revelado que a empresa Kitty Hawk se encontra no país com vista a realizar testes para certificar uma rede de taxis-voadores no país. O objectivo é conseguir colocar este rede em funcionamento no prazo de três anos.

A empresa já está a trabalhar numa app inspirada na Uber que será a base do funcionamento desta rede de táxis. A Kitty Hawk é financiada pelo co-fundador da Google, Larry Page.

O táxi voador desta empresa chama-se Cora. A largura é de cerca de 10 metros e o veículo funciona a partir de uma dezena de rotores 100% eléctricos. Pode atingir velocidades de 180kmh e consegue percorrer 100km’s em apenas uma viagem. O Cora funciona sem piloto e pode transportar até dois passageiros.

Fonte: CNET

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here